Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Paulo Portas torna-se vice-presidente da Câmara de Comércio e Indústria

O ex-líder do CDS prometeu que ia fazer várias coisas fora da vida política. Esta quarta-feira sabe-se já uma delas: Paulo Portas vai ser vice-presidente da Câmara de Comércio e Indústria Portuguesa, uma notícia avançada pelo Expresso e confirmada pelo Negócios.

CDS/PP
Bruno Simões brunosimoes@negocios.pt 16 de Março de 2016 às 18:23
  • Assine já 1€/1 mês
  • 30
  • ...

Paulo Portas vai ser vice-presidente da Câmara de Comércio e Indústria Portuguesa, uma associação empresarial sedeada em Lisboa. Segundo escreve o Expresso, o convite foi endereçado pelo presidente desta associação, e o nome de Portas foi aprovado esta quarta-feira em assembleia-geral.

O Negócios confirmou com o CDS que o futuro profissional de Paulo Portas vai passar pela Câmara de Comércio e Indústria.

A Câmara de Comércio e Indústria já publicou a constituição da sua nova direcção para o período entre 2016 e 2018. A associação é presidida por Bruno Bobone e tem José Miguel Júdice como vice-presidente desde 2007.

Em declarações reproduzidas pela página da CCIP na internet, Portas diz que a sua entrada na associação é "uma forma muito útil de continuar a ajudar a internacionalização das empresas e o sector exportador, que são os pilares do nosso crescimento". Para o ex-vice-primeiro-ministro, "a Câmara de Comércio é uma instituição muito respeitada e credível cujo trabalho prático, a favor das empresas portuguesas, pude testemunhar ao longo da minha experiência governativa".

 

Paulo Portas com Bruno Bobone
Paulo Portas com Bruno Bobone

O lugar não será remunerado, e Paulo Portas ficará com o pelouro da internacionalização. A sede da CCIP está localizada na Rua das Portas de Santo Antão, frente ao Coliseu dos Recreios, e ao lado da praça do Rossio, no coração da baixa lisboeta.

 

Paulo Portas abandonou formalmente o CDS no passado fim-de-semana, com a eleição da nova presidente, Assunção Cristas. Esta quarta-feira, Portas foi o único deputado que não esteve presente na votação do Orçamento do Estado para 2016.

Portas vai fazer "várias coisas"

 

Mas Portas não se deve ficar por aqui, até porque se trata de uma posição não remunerada. À entrada do referido congresso do passado fim-de-semana, e questionado sobre o seu futuro, Portas prometeu várias novidades. "Estou a preparar uma vida profissional que não depende só de mim. Haverá um momento em que eu vos direi o que vou fazer. São várias coisas, saberão tudo no momento certo", afirmou então, citado pelo JN.

(Notícia actualizada com mais informação às 18:30)

Ver comentários
Saber mais Paulo Portas CDS Câmara de Comércio e Internacionalização Portuguesa
Mais lidas
Outras Notícias