Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Primeiro-ministro encara manifestações de protesto com "muita naturalidade"

O primeiro-ministro foi hoje alvo de vaias e insultos em Gouveia. Passos Coelho diz que é importante que as pessoas não desesperem e não percam a esperança no futuro .

Negócios negocios@negocios.pt 19 de Fevereiro de 2012 às 14:36
  • Assine já 1€/1 mês
  • 8
  • ...
Passos Coelho encara as manifestações de contestação que foi hoje alvo em Gouveia com “muita naturalidade”, pois compreende que “as pessoas querem expressar a sua insatisfação e descontentamento” e mostrar que estão a “viver com dificuldades”.

O primeiro-ministro foi insultado e vaiado em Gouveia. Pedro Passos Coelho ainda tentou falar com os manifestantes, mas rapidamente foi interrompido por gritos de protesto, contra as políticas seguidas pelo Governo.



“Sei bem quais as dificuldades que o país atravessa”, afirmou Passos Coelho aos jornalistas, reagindo às televisões já depois da contestação que foi alvo.

Passos Coelho afirmou que “o primeiro-ministro tem de estar preparado para tudo” e a sua obrigação “é ouvir aquilo que as pessoas têm para nos dizer”.

Acrescentou que os portugueses sabem que “tem de trabalhar muito e enfrentar muitas dificuldades para colocar o país a crescer”. Contudo, “é importante que essas pessoas não desesperem” e “não percam a esperança no futuro”.
Ver comentários
Mais lidas
Outras Notícias