Política Programa para apoiar regresso de emigrantes só teve 71 candidaturas

Programa para apoiar regresso de emigrantes só teve 71 candidaturas

O programa lançado há um mês pelo Governo para incentivar o regresso dos emigrantes portugueses e lusodescendentes contou com 71 pedidos de adesão, conta o Público.
Programa para apoiar regresso de emigrantes só teve 71 candidaturas
Bruno Simão/Negócios
Negócios 22 de agosto de 2019 às 09:14

O Programa Regressar, lançado há um mês pelo Governo para incentivar o regresso dos emigrantes, só recebeu 71 candidaturas, segundo os números divulgados na edição desta quinta-feira pelo Público.

A medida visa apoiar os emigrantes portugueses e lusodescendentes que tenham saído do país antes de 2016 com um apoio que pode chegar aos 6.500 euros por família. O programa inclui ainda benefícios fiscais que incluem subsídios e a comparticipação das despesas da viagem.

Contactada pelo Público, fonte oficial do Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social confirmou as 71 candidaturas, mas sublinhou que neste primeiro mês também receberam "perto de mil pedidos de esclarecimento através de vários meios de contacto [linha telefónica de apoio, email, Skype e WhatsApp).




Saber mais e Alertas
pub

Marketing Automation certified by E-GOI