Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

PS acusa PSD de recusar o mais elementar caminho de diálogo

O partido socialista afirmou que está surpreendido com as declarações do PSD.

Ana Luísa Marques anamarques@negocios.pt 15 de Março de 2011 às 19:45
  • Assine já 1€/1 mês
  • 11
  • ...
O partido social-democrata reiterou no final da reunião da Comissão Política, pela voz do seu secretário-geral, que não vai apoiar as medidas de austeridade apresentadas pelo Governo na sexta-feira e acusou o Executivo de querer responsabilizar os outros pelo "actual estado de coisas".

O porta-voz do PS, Fernando Medina, reagiu às palavras de Miguel Relvas afirmando que é "com surpresa que assistimos às declarações do PSD". Medina acusou o PSD de "recusar o mais elementar caminho de diálogo".

O porta-voz do partido mostrou-se surpreendido com o facto do PSD afirmar que desconhecia as propostas, já que o "Governo tem que apresentar todos os anos, até Abril, o seu Pacto de Estabilidade e Crescimento".

"Portugal tem que apresentar uma redução do défice orçamental para 3%. Por isso era do conhecimento de todos que Portugal tinha que apresentar a actualização do PEC até Abril", acrescentou Fernando Medina.

Medina afirmou ainda que o PS está perplexo com o facto do PSD afirmar que o Governo "falhou na execução orçamental". A execução orçamental de 2011 "está a correr bem", garantiu o responsável do Partido Socialista.

Ver comentários
Saber mais partido socialista PSD PS Fernando Medina Miguel Relvas PEC
Mais lidas
Outras Notícias