Política PS exige a Passos e Portas esclarecimento imediato sobre decisões do Conselho de Ministros

PS exige a Passos e Portas esclarecimento imediato sobre decisões do Conselho de Ministros

O PS exigiu hoje que o Governo esclareça imediatamente "e com clareza" que decisões foram tomadas no Conselho de Ministros extraordinário de domingo em relação aos pensionistas, alegando que neste processo tem de existir "seriedade" e "previsibilidade".
Negócios 13 de maio de 2013 às 15:13

Esta exigência foi transmitida aos jornalistas pelo secretário nacional do PS para a organização, Miguel Laranjeiro, após o secretário-geral do seu partido, António José Seguro, ter recebido a direcção da Associação de Aposentados, Reformados e Pensionistas (APRE).

 

"Exigimos ao Governo uma clarificação sobre o que foi decidido no Conselho de Ministros de domingo e sobre as medidas em relação às quais Portugal ficou vinculada externamente. Exigimos saber com o que é que os pensionistas podem contar verdadeiramente", frisou o dirigente socialista na sua declaração.

 

De acordo com Miguel Laranjeiro, "é necessário que o primeiro-ministro [Pedro Passos Coelho] e o ministro [de Estado e dos Negócios Estrangeiros] Paulo Portas expliquem com clareza se vai ou não haver aplicação retroactiva dos cortes anunciados".

 

"É preciso seriedade e previsibilidade nesta discussão", acentuou, antes de reiterar a posição de princípio dos socialistas face às duas medidas que são propostas pelo executivo em relação aos pensionistas e reformados.

 

"O PS está contra o corte de 3,5 por cento que se pretende aplicar [no âmbito da taxa de sustentabilidade] e contra a retroactividade proposta na aplicação de cortes futuros [convergência entre os sistemas da Caixa Geral de Aposentações e da Segurança Social]", disse.




Saber mais e Alertas
pub

Marketing Automation certified by E-GOI