Política PS veta pensões e despedimentos

PS veta pensões e despedimentos

Seguro só aceita rescisões amigáveis no Estado e cortes nos ministérios.
PS veta pensões e despedimentos
Bruno Simão/Negócios
Negócios 19 de julho de 2013 às 10:46

O PS só aceita as rescisões amigáveis e os cortes nos consumos intermédios como medidas de poupança, rejeitando cortes nas reformas, a taxa sobre os pensionistas e despedimentos na função pública, segundo avança o "Sol" de hoje.

 

Assim, ficam a faltar 1,3 mil milhões de euros para os 3,3 mil milhões em cortes que estavam previstos para o próximo orçamento. Os três partidos, PS, PSD e CDS, continuam à procura de um acordo que viabilize uma solução governativa.

 

Além disso, Seguro também trouxe para a mesa de negociações a questão da privatização da TAP que, para os socialistas, só devia ser privatizada parcialmente. O Governo pretende alienar a companhia aérea na totalidade. 




Saber mais e Alertas
pub

Marketing Automation certified by E-GOI