Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

PSD acusa Governo de estar a "conquistar votos com medidas simpáticas"

O porta-voz do PSD, Marco António Costa, acusou o Governo de António Costa de estar a "tentar conquistar votos com medidas simpáticas" para enfrentar uma eventual ruptura da coligação de esquerda.

Bruno Simão/Negócios
Lusa 26 de Janeiro de 2016 às 00:28
  • Partilhar artigo
  • 15
  • ...

"Estes são os sinais de um Governo que se está a preparar para eleições. É um Governo que está apressadamente, de uma forma muito preocupada, a tentar conquistar votos com medidas simpáticas para, porventura, se preparar para a eventualidade daquela coligação de partidos de esquerda se esboroar e deixar de haver o apoio parlamentar que torna possível a presença e a vivência deste governo", afirmou Marco António Costa.

 

O vice-presidente do PSD, que falava na segunda-feira à noite durante a cerimónia de tomada de posse dos novos órgãos concelhios de Vila Nova de Gaia, assinalou que depois das eleições de domingo é tempo de "olhar com algum sentido de preocupação para o que aí vem".

 

Para o dirigente social-democrata, as medidas como a reposição de 35 horas, o aumento do salário mínimo, entre outras, servem para deixar "as pessoas com a boca adocicada" para eleições e recordou que o país "já viveu esta história em 2009 e 2010", antes das eleições.

 

"Nós já vimos este filme. Temos uma certa percepção de que estamos a passar por qualquer coisa similar", realçou Marco António Costa, para quem "essas boas notícias estão a ser dadas não pensando nas consequências do futuro".

 

O dirigente acredita que "algo de errado se está a passar" nas contas do Orçamento de Estado apresentado, pelo que é necessário explicar aos portugueses "o que está a em causa" e as consequências das decisões que estão a ser tomadas pela "obsessão populista eleitoral" do Governo.

 

"O que temos encontrado neste Governo é a precipitação, é a vontade de querer agradar a todos e o sentimento de que governa mais para algumas forças de pressão social e política, como é a intersindical, quando toma decisões que afectam o interesse de toda a comunidade, nomeadamente quando tem a ver com matérias como os transportes públicos", concluiu. 

Ver comentários
Saber mais Governo Marco António Costa PSD Orçamento de Estado política
Outras Notícias