Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

PSD diz que Orçamento de Centeno parte de "pressupostos irrealistas"

António Leitão Amaro baseou-se no Conselho de Finanças Públicas para questionar a sustentabilidade do OE. Sobre o facto de o défice previsto ser menos negativo do que o de Passos, o deputado diz que "era bom se fosse credível"

Bruno Simão/Negócios
Diogo Cavaleiro diogocavaleiro@negocios.pt 22 de Janeiro de 2016 às 17:42
  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...

O Partido Social Democrata considera que o esboço do Orçamento do Estado para 2016 tem "pressupostos irrealistas". O deputado António Leitão Amaro (na foto) defende que essa não é só a opinião do PSD, é também a do Conselho de Finanças Públicas, que fala em previsões pouco prudentes.

 

"Esta proposta agrava a desconfiança e a incerteza. É tudo o que Portugal não precisa", comentou o deputado social-democrata no Parlamento, depois de apresentado o esboço de Orçamento do Estado para o presente ano, que prevê um défice de 2,6%.

 

Aliás, questionado sobre este défice, 0,2 pontos percentuais abaixo do estimado pelo Governo de Passos Coelho não era uma notícia positiva, Leitão Amaro respondeu: "era bom se fosse credível".

 

O Conselho de Finanças Públicas classificou a proposta do Ministério das Finanças de Mário Centeno de um Orçamento com "riscos relevantes", falando mesmo na falta de prudência nas previsões. O PS, pela voz de João Galamba, já defendeu que há sempre riscos nos exercícios orçamentais e relembrou que o Conselho de Finanças Públicas tinha elogiado um Orçamento de Vítor Gaspar que "falhou todas as previsões".

 

Segundo Leitão Amaro, que fazia parte do Executivo de Passos Coelho, o diploma enviado para a Comissão Europeia é "imprudente". "Queremos um caminho de recuperação sustentável", defende. "Este não é um orçamento responsável; é irresponsável e insustentável".

 

Para o deputado social-democrata, há ainda uma crítica a fazer pelo facto de o aumento de emprego previsto para 2016 ser mais baixo do que o conseguido este ano.  

Ver comentários
Saber mais PSD António Leitão Amaro Conselho de Finanças Públicas Partido Social Democrata Orçamento do Estado
Mais lidas
Outras Notícias