Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Reunião semanal entre Cavaco Silva e primeiro-ministro foi antecipada para hoje

O Presidente da República irá receber o primeiro-ministro José Sócrates hoje às 17 horas para a reunião semanal.

Andreia Major amajor@negocios.pt 05 de Abril de 2011 às 12:56
  • Assine já 1€/1 mês
  • 5
  • ...
Cavaco Silva receberá hoje José Sócrates às 17 horas para a reunião semanal. De acordo com a rádio Renascença em causa está o congresso do Partido Socialista, agendado para este fim-de-semana.

A reunião semanal entre o Presidente da República e o primeiro-ministro, que se costuma realizar às quintas-feiras, foi antecipada para hoje, devido à realização do congresso nacional do PS, segundo a Rádio Renascença.

O congresso do PS, que decorre na Exponor, em Matosinhos, tem início ao final da tarde de sexta-feira (dia 8), terminando ao final da manhã de domingo com uma intervenção do secretário-geral, José Sócrates. É o XVII congresso nacional do Partido Socialista.

Sócrates alcançou o título de secretário-geral do PS, pela quarta vez, a semana passada, com cerca de 94% dos votos.

É de incerteza política e governativa o cenário que se vive actualmente em Portugal, num período em que se aguardam as eleições legislativas a 5 de Junho e que existe a possibilidade de entrada no País de ajuda externa.

Relativamente às eleições, José Sócrates não quis adiantar cenários, mas garantiu que vai "lutar pela vitória" nas eleições e salientou que o País "precisa de um Governo maioritário."

Em entrevista à RTP, ontem à noite, o primeiro-ministro demissionário ergueu três razões para evitar o pedido de ajuda externo. Reputação do País, medidas de austeridade mais severas e o facto de Portugal ficar afastado dos mercados de financiamento, são os argumentos de Sócrates.

Cavaco Silva afirmou este fim-de-semana que uma ajuda a Portugal passaria pelo Fundo Europeu de Estabilização Financeira (FEEF), numa alusão a uma notícia do "Expresso" que apontava para negociações entre o Presidente da República e o FMI.

Ver comentários
Saber mais Cavaco Silva José Sócrates eleições
Outras Notícias