Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Sondagem Aximage: Todos a subir menos a CDU

O barómetro político de Novembro da Aximage dá conta de uma descida da abstenção. A outra novidade, face a Outubro, é o aparecimento do PAN nas intenções de voto.

Correio da Manhã
Celso Filipe cfilipe@negocios.pt 06 de Novembro de 2015 às 20:21
  • Assine já 1€/1 mês
  • 12
  • ...

A CDU (coligação entre o PCP e os "Verdes" ) é a única força política que desce na intenção de voto legislativo no barómetro  político da Aximage relativo a Novembro, realizado para o Negócios e o Correio da Manhã.

Assim, em Outubro, a CDU registava 9,2% das intenções de voto em Outubro, baixando para 8% em Novembro. Neste mesmo período, o PSD/CDS sobe de 39,1% para 40,1%, o PS de 32,5% para 32,9% e o Bloco de Esquerda de 9% para 10,5%. O PAN (Pessoas Animais-Natureza) que não registava qualquer intenção de voto em Outubro, aparece em Novembro com 2%.


Este barómetro revela ainda uma descida da abstenção. Em Outubro esta opção era a preferida de 40,8% dos inquiridos, tendo descido para 36,7% em Novembro.

FICHA TÉCNICA

Universo: indivíduos inscritos nos cadernos eleitorais em Portugal com telefone fixo no lar ou possuidor de telemóvel.

Amostra: aleatória e estratificada (região, habitat, sexo, idade, escolaridade, actividade e voto legislativo) e representativa do universo e foi extraída de um sub-universo obtido de forma idêntica. A amostra teve 603 entrevistas efectivas: 277 a homens e 326 a mulheres; 58 no Interior Norte Centro, 80 no Litoral Norte, 98 na Área Metropolitana do Porto, 119 no Litoral Centro, 167 na Área Metropolitana de Lisboa e 81 no Sul e Ilhas; 105 em aldeias, 168 em vilas e 330 em cidades. A proporcionalidade pelas variáveis de estratificação é obtida após reequilibragem amostral.

Técnica: Entrevista telefónica por C.A.T.I., tendo o trabalho de campo decorrido entre os dias 31 de Outubro e 4 de Novembro de 2015, com uma taxa de resposta de 82,2%.

Erro probabilístico: Para o total de uma amostra aleatória simples com 603 entrevistas, o desvio padrão máximo de uma proporção é 0,020 (ou seja, uma "margem de erro" - a 95% - de 4,00%).

Responsabilidade do estudo: Aximage Comunicação e Imagem Lda., sob a direcção técnica de Jorge de Sá e de João Queiroz.

Ver comentários
Saber mais CDU PCP PSD CDS PS Bloco de Esquerda PAN Aximage Comunicação
Outras Notícias