Política Sondagem da Pitagórica: BE perto do terceiro eurodeputado e PAN assegura eleição

Sondagem da Pitagórica: BE perto do terceiro eurodeputado e PAN assegura eleição

A sondagem da Pitagórica para o JN/TSF dá vitória ao PS com oito pontos de distância do PSD. Mas a diferença para as outras sondagens é o lugar consolidado do BE no terceiro lugar.
Sondagem da Pitagórica: BE perto do terceiro eurodeputado e PAN assegura eleição
Estela Silva/Lusa
Negócios 23 de maio de 2019 às 08:43

A candidatura de Pedro Marques, pelo PS, reúne 32,4% das intenções de voto ao passo que a candidatura de Paulo Rangel, pelo PSD, arrecada 24,8% das intenções de voto. É esta a principal conclusão da sondagem da Pitagórica para o JN/TSF realizada entre 10 e 19 de maio e divulgada esta quinta-feira, 23 de maio, que vai ao encontro das restantes sondagens que têm sido divulgadas nas últimas semanas.

No entanto, a mesma sondagem mostra um reforço do Bloco de Esquerda que o afasta da CDU (7,1%) e do CDS (6,7%), abrindo a possibilidade aos bloquistas a eleger três eurodeputados - além de Marisa Matias e José Gusmão seria eleito também Sérgio Aires.

O BE colhe 12,9% das intenções de voto, mais de metade do PSD e quase o dobro do CDS. Caso se confirme esta votação, o Bloco será o partido com a maior subida relativamente às eleições de 2014.

O PAN, que elegeu um deputado para a Assembleia da República em 2015, é o partido de menor dimensão que está mais perto de eleger um eurodeputado ao recolher 3,3% das intenções de voto na sondagem da Pitagórica. O partido destaca-se principalmente entre os eleitores mais jovens (18 a 24 anos). 

Já Marinho e Pinto, que concorre nestas eleições pelo PDR, não deverá reunir os votos necessários para ser novamente eleito para o Parlamento Europeu. O atual eurodeputado recolhe 2,1% das intenções de voto. Tanto o Aliança (1,2%) como o Basta (1%) também não deverão eleger. 

Em termos etários, a faixa entre os 35 e os 44 anos dá a vitória ao PSD com o PS em segundo lugar. É nos eleitores com mais de 64 anos que o Partido Socialista domina com larga vantagem. 

Em termos de regiões, o PSD arrecada mais votos no norte, mas a diferença é mais reduzida. Olhando apenas para o Grande Porto, a vantagem dos social-democratas é maior.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI