Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Tolerância de ponto no Parlamento por "questões de segurança"

Apenas o grupo parlamentar do PCP e os funcionários da Comissão de Orçamento e Finanças trabalham na sexta-feira.

António Larguesa alarguesa@negocios.pt 17 de Novembro de 2010 às 13:04
  • Partilhar artigo
  • 6
  • ...
A Assembleia da República estará praticamente paralisada na próxima sexta-feira, dia do início da cimeira da NATO e também do encontro do primeiro-ministro com o presidente dos EUA, Barack Obama, na residência oficial em São Bento.

Segundo decidiu esta manhã a conferência de líderes parlamentares, serão “questões de segurança” a ditar o fecho da Assembleia, anunciou no final a porta-voz, Celeste Correia. O PCP informou que vai trabalhar normalmente, continuando com as habituais audiências do grupo parlamentar.

Também os funcionários da Comissão de Orçamento e Finanças estarão no interior do edifício a trabalhar nos guiões para a votação do Orçamento para 2011 na especialidade, que começa na próxima semana.

Nos agendamentos das próximas semanas, destaque para o projecto de lei do PCP para antecipar para 2011 a nova regra de tributação de dividendos (2 de Dezembro) e para os diplomas do CDS e do BE para introduzir alterações no novo Código Contributivo, que entrará em vigor no início de 2011.

Os líderes parlamentares tomaram ainda conhecimento de um projecto de deliberação assinado pela secretária-geral da Assembleia da República, Adelina Sá de Carvalho, que determina a aplicação do novo acordo ortográfico a todos os documentos oficiais a partir de 1 de Janeiro de 2012.

Ver comentários
Saber mais NATO Parlamento Assembleia da República
Outras Notícias