Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Trump veta orçamento da Defesa, considerando-o um "presente" para a China e Rússia

O presidente norte-americano desafiou novamente o Congresso e vetou a proposta de lei orçamental para o Departamento da Defesa, no valor de 740,5 mil milhões de dólares.

Reuters
Carla Pedro cpedro@negocios.pt 23 de Dezembro de 2020 às 20:29
  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...

O presidente cessante dos EUA vetou a proposta de lei orçamental da Defesa que tinha sido aprovada na passada no Congresso, no valor de 740,5 mil milhões de dólares, considerando-a um presente para a China e para a Rússia.

 

A diferença face ao pacote de estímulos pandémicos que ontem devolveu ao Congresso é que, nesta questão, já tinha ameaçado não assinar esta proposta bipartidária de financiamento da Defesa em 2021.

 

Com efeito, Donald Trump tinha dito no passado dia 13 que vetaria o projeto para o orçamento do Departamento da Defesa, sublinhando que quem mais sairia a ganhar seria a China.

 

Agora, a proposta para a Defesa volta ao Congresso para reanálise. Se tudo se mantiver, existe a possibilidade de, ainda assim, poder prosseguir, sublinhava recentemente a AFP. Basta que os congressistas a aprovem por uma maioria de dois terços para que o veto presidencial seja anulado.

 

A proposta tinha recebido luz verde da Câmara dos Representantes por 335-78 votos no dia 8 de dezembro e do Senado por 84-13 no dia 11.

 

O ainda presidente decidiu vetar a proposta depois de o Congresso se ter recusado a revogar uma cláusula que protege o estatuto jurídico das redes socais, incluindo o Facebook e o Twitter.

 

"Infelizmente, esta lei não inclui importantes medidas de segurança nacional, inclui clásulas que não respeitam os nossos veteranos nem a nossa história militar [já que prevê redenominar as bases militares que ostentam nomes de generais confederados que foram a favor da escravatura] e contradiz os esforços da minha Administração de colocar a América em primeiro lugar em termos de segurança nacional e política externa", disse Trump, citado pela Bloomberg.

(notícia atualizada às 20:56)

Ver comentários
Saber mais Trump Rússia Defesa China política
Outras Notícias