Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Ulrich afirma não compreender como pode exigir-se rápida reforma do Estado

Fernando Ulrich questionou como no actual contexto se pode exigir uma rápida reforma do Estado. O banqueiro reconheceu a importância do ajustamento financeiro e orçamental já realizado.

Rita Dias Baltazar rbaltazar@negocios.pt 18 de Julho de 2013 às 20:27
  • Assine já 1€/1 mês
  • 3
  • ...

O Presidente da comissão executiva do BPI disse não compreender como a reforma do Estado poderia ser mais rápida. Fernando Ulrich afirmou ainda ter certeza de que os parceiros internacionais compreenderiam a situação, desde que explicada.

 

Ulrich afirmou, esta tarde, não compreender “como é que num contexto muito mais difícil [do que seria uma reforma numa empresa privada] querem fazer isto tão depressa” no Estado. As declarações foram proferidas no âmbito da Conferência COSEC: O Comércio Internacional e a Competitividade da Economia Portuguesa.

 

Ainda sobre as mudanças necessárias na máquina estatal, o banqueiro afirmou ter “certeza absoluta” que “pelo enorme esforço a que a população foi sujeita” “os parceiros alemães e europeus não terão dificuldade em entender” a morosidade deste processo. Isto, desde que a situação seja bem explicada, ressalvou.

 

Das medidas que têm sido implementadas pelo Estado, Fernando Ulrich afirmou que “o ajustamento financeiro e orçamental foi muito importante”. E explicou que “os sinais positivos que começam a aparecer” nalguns dados estatísticos confirmam a tese.

Ver comentários
Saber mais Fernando Ulrich BPI crise política
Outras Notícias