Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Ulrich: “É tentador falar da crise política. Não posso falar do que não percebi”

O presidente do BPI mostrou-se, esta quinta-feira, desagradado com a carta de demissão de Vítor Gaspar. Desde que esse documento foi tornado público, nunca mais Ulrich conseguiu perceber a vida política portuguesa.

Pedro Elias
Rita Dias Baltazar rbaltazar@negocios.pt 18 de Julho de 2013 às 18:08
  • Assine já 1€/1 mês
  • 35
  • ...

Fernando Ulrich não gostou da carta de demissão de Vítor Gaspar e não entendeu o seu "conteúdo". Do que também não percebe é da própria crise política.

 

“No actual momento, é altamente tentador falar da crise política. Não posso falar do que não percebi”, disse o presidente da comissão executiva do BPI no discurso de encerramento da conferência COSEC: o Comércio Internacional e a Competitividade da Economia Portuguesa.

 

O banqueiro diz que, desde 1 de Julho, não compreende o actual estado da política. “De facto, não entendi porque o Dr. Vítor Gaspar se demitiu. Não entendi e não gostei da carta dele”, concretizou Ulrich na mesma conferência.

 

“A partir daí, não entendi mais nada”, disse o CEO do BPI. Nos mercados financeiros, a banca é um dos sectores que mais é penalizado pela incerteza da evolução da economia. Com a crise política, intensificaram-se os receios sobre o desempenho económico português, o que acabou por pesar no desempenho da banca. 

 

"Espero que em breve todo o país vá perceber o que vai ser o futuro", continuou Fernando Ulrich, que se mostrou optimista afirmando que tem "a certeza absoluta que vamos passar para algo melhor".

 

(Notícia actualizada às 19h40)

Ver comentários
Saber mais Fernando Ulrich BPI crise política Vítor Gaspar
Outras Notícias