Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Eurocépticos lideram sondagem para as europeias no Reino Unido

O Partido da Independência do Reino Unido, criado para combater a presença britânica na União Europeia, está à frente das sondagens para as eleições europeias de Maio, o que adensa o receio sobre a continuidade britânica no interior da União.

Bloomberg
Negócios 29 de Abril de 2014 às 17:46
  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...

De acordo com a última sondagem feita pelo YouGov para o “Sunday Times”, o Partido da Independência do Reino Unido (UKIP), liderado pelo populista Nigel Farage, pode mesmo materializar o descontentamento dos cidadãos britânicos face à União Europeia (UE) e vencer as eleições europeias marcadas para o próximo dia 25 de Maio.

 

Esta sondagem dá 30% das intenções de voto ao UKIP, relegando para a segunda posição os Trabalhistas (28%). Já os conservadores do primeiro-ministro David Cameron quedam-se com somente 19% das indicações de voto.

 

A sondagem realizada nos dias 24 e 25 de Abril permite ao UKIP trocar de posição com o Partido Trabalhista, que no anterior estudo do YouGov conduzido nos dias 21 e 22 de Abril, desta feita para o “The Sun”, surgia a liderar. Nessa sondagem os trabalhistas lideravam com 30%, enquanto o partido de Farage obtinha 27%. Já os tories atingiam então 22%. Todavia esta é já a segunda vez que os nacionalistas do UKIP alcançam a liderança num estudo de opinião, feito atingido em Março numa sondagem da ComRes.

 

Demonstra-se que o crescimento do UKIP, criado nos anos 90 como forma de combate à presença britânica na UE, aparece como, aparentemente, sustentado. Se em 2004 ficou em terceiro lugar com 16,1%, em 2009 os 16,5% alcançados permitiram a esta formação política ser o segundo partido inglês com maior representação no Parlamento Europeu.

 

Nigel Farage tem capitalizado sustentadamente o descontentamento dos cidadãos britânicos face ao comprometimento com o projecto europeu. O próprio David Cameron já prometeu, caso vença as próximas eleições parlamentares, que irá proceder à realização de um referendo em 2017 para aferir da vontade dos ingleses em permanecer na UE. 

 

Tendência anti-europeia reforçada

A liderança do UKIP nas últimas sondagens vem reforçar a tendência de crescimento e fortalecimento de partidos com matriz anti-imigração, anti-europeia e nacionalista. Apesar da não pertença à União, o referendo suíço de Fevereiro que aprovou medidas restritivas à imigração foi um sinal de alerta que tem sido sublimado de cada vez que uma nova sondagem mostra a Frente Nacional de Marine Le Pen à frente nas intenções de voto dos franceses para as próximas europeias.

 

Esta segunda-feira, 28 de Abril, o britânico “The Guardian” referia um estudo do think thank europeu Open Europe que aponta para um crescimento dos partidos anti-europeus de 24,9% nas eleições de 2009 para mais de 30% no próximo mês de Maio.

Ver comentários
Saber mais Partido da Independência do Reino Unido UKIP Nigel Farage União Europeia David Cameron eleições europeias
Outras Notícias