Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Italianos não acreditam nas promessas fiscais de Berlusconi

A maioria dos italianos não acredita que Silvio Berlusconi cumpra com as suas promessas fiscais, apesar da sua “proposta de choque”, em que pretende devolver aos italianos 4 mil milhões de euros que este pagaram durante o governo de Monti, segundo revelam dois inquéritos realizados.

REUTERS Marco Valdo
Jorge Garcia jorgegarcia@negocios.pt 05 de Fevereiro de 2013 às 16:57
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

Dois inquéritos realizados aos italianos revelaram que a proposta de Berlusconi de devolver os impostos sobre o imobiliário não convenceu os italianos, e que o partido democrático está a recuperar depois do escândalo “Monte Dei Paschi", segundo noticia a Reuters.

 

Um dos questionários, publicado pela SWG, também indica que o partido de centro-esquerda, o partido democrático italiano de Bersani, está a recuperar depois de ter perdido algum apoio devido ao escândalo “Monte Dei Paschi”, um banco com o qual o partido está conotado e que precisa de mais ajuda estatal.

 

O outro questionário revelou que 51% dos italianos não acredita que Berlusconi anule o IMU, um imposto imobiliário italiano, e que devolva o que o governo ganhou com o mesmo até hoje, ou seja, cerca de 4 mil milhões de euros.

 

Assombrado por um escândalo sexual, Berlusconi saiu do poder em Novembro de 2011 e foi substituido por Monti, numa altura em que o país atravessava uma forte pressão dos mercados.

 

O empresário italiano passou a maioria do ano passado nas sombras, tendo agora aparecido para um surpreendente regresso, onde já reduziu para metade a diferença entre o seu partido e o de centro-esquerda, embora a maioria dos analistas não considere possível que Berlusconi venha a ganhar as eleições.

Ver comentários
Saber mais Berlusconi italianos impostos
Outras Notícias