Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Passos Coelho: “O PS tem a obrigação de apresentar ao país uma solução de governo”

À saída da reunião com o Presidente da República, o ainda primeiro-ministro apontou uma única saída para o actual impasse político: a formação de um governo PS. No entanto, sublinhou que os acordos entre socialistas e as forças à esquerda ainda não dão garantias suficientes de estabilidade para que o Presidente indigite António Costa.

Nuno Aguiar naguiar@negocios.pt 20 de Novembro de 2015 às 10:36
  • Assine já 1€/1 mês
  • 28
  • ...

Pedro Passos Coelho explicou a Cavaco Silva que, tendo PS, PCP, BE, PEV e PAN derrubado a coligação PSD/CDS-PP, essas forças "não podem deixar de assumir a responsabilidade de constituir um novo governo". "Uma vez que o PS assumiu essa responsabilidade, então o PS tem a obrigação política e moral de apresentar ao país e ao Presidente da República uma solução de governo que, como o dr. António Costa afirmou previamente, deveria ser uma solução credível, consistente, estável e duradoura".

Contudo, transmitiu a Cavaco Silva que, embora a solução deva passar por um governo PS, os acordos que os socialistas fizeram com as forças à sua esquerda não são ainda suficientes para o Presidente aceitar. "O PSD não vê nas posições que foram conjuntamente assumidas entre o PS e os restantes partidos uma solução com estas características [credível, consistente, estável e duradoura]", acrescentou, apontando que PCP e BE são partidos "radicais", "anti-europeus" e "anti-responsabilidades assumidas por Portugal", que nem sequer dão garantias de aprovação do Orçamento do Estado para 2016.

Nesta declaração, o líder do PSD não pareceu estar disposto a aceitar uma solução que passe pela manutenção do actual Governo em gestão ou um Executivo de iniciativa presidencial.

"Transmitimos ao Presidente da República o seguinte: as circunstâncias o permitissem, o Presidente deveria dissolver o Parlamento e convocar eleições. Uma vez que essa possibilidade está vedada pela Constituição, cabe ao PS constituir uma solução de Governo", reiterou. Isto é, "ter uma maioria estável, duradoura e credível que ainda não tem. Cabe ao PS apresentar uma tal alternativa".

Ver comentários
Saber mais PS PSD Governo Cavaco Silva Passos Coelho Presidente
Outras Notícias