Eleições PS tem até 12 de Agosto para definir candidato ao Porto

PS tem até 12 de Agosto para definir candidato ao Porto

No congresso de 2016, António Costa via como "natural" que militantes socialistas integrassem listas de candidatos independentes apoiados pelo PS. Rui Moreira ainda não falou. PS mantém silêncio.
PS tem até 12 de Agosto para definir candidato ao Porto
Marta Moitinho Oliveira 05 de maio de 2017 às 18:29

O PS tem três meses para definir quem representará o partido na corrida à segunda maior câmara do país, depois de Rui Moreira ter abdicado do apoio do PS às eleições autárquicas marcadas para 1 de Outubro.

Segundo as regras da lei eleitoral autárquica, as candidaturas têm que ser entregues até ao 55.º dia anterior ao da eleição. As eleições estão marcadas para 1 de Outubro, pelo que o candidato do PS tem de ser definido até 12 de Agosto.

 

O jornal Expresso avançou esta sexta-feira que Rui Moreira deixou cair o apoio do PS à sua recandidatura à Câmara Municipal do Porto. Uma decisão que é "irreversível", garantiu o mesmo jornal esta manhã. Porém, até ao momento ainda não há qualquer comunicado oficial sobre o assunto da parte de Rui Moreira.

Na origem da desavença terão estado pressões dos socialistas para que o partido esteja bem representado na futura composição da câmara.

De acordo com o Expresso, que cita fonte da candidatura independente, Rui Moreira avançará apenas com o apoio do CDS/PP; um partido que "sempre teve um comportamento exemplar, sem pressões nem exigências de negociações, ao contrário do PS". 

Costa já admitia militantes do PS nas listas de Rui Moreira em Junho de 2016

A candidatura de Rui Moreira esteve reunida de emergência esta quinta-feira, 4 de Maio, para analisar as declarações de Ana Catarina Mendes ao Observador. Numa entrevista, a secretária-geral adjunta do PS mostrava-se convencida de que o PS teria uma boa representação nas listas de Rui Moreira, e dizia que "todas as vitórias dos candidatos do PS e das lista que o PS integra serão vitórias dos socialistas".


Estas declarações terão sido vistas como tentativas de condicionamento por parte da candidatura independente, que já tinha alertado que não haveria "jobs for the boys". 

 

A ideia de integrar militantes socialistas na lista de Rui Moreira é admitida no PS desde pelo menos Junho de 2016. No congresso do PS, que aconteceu a 5 de Junho do ano passado, o secretário-geral do PS, António Costa, admitiu o apoio a candidaturas independentes, o que foi entendido como um sinal de apoio a Rui Moreira, mas deixou um recado. António Costa deixou um recado. "Acho natural que o PS não deixe de integrar militantes seus em movimentos independentes onde a governação corre bem."

O Negócios pediu uma reacção ao PS sobre a decisão de Rui Moreira, que ainda não foi tornada oficial, mas o partido optou por não responder.

A nível local, a concelhia socialista do Porto classificou como "surpreendente e inesperado" o anúncio de que o movimento independente de Rui Moreira recusa o apoio do PS nas autárquicas, avançou a Lusa.

O PS tem marcado para este sábado uma Convenção Nacional Autárquica, em Lisboa, cujo encerramento estará a cargo de António Costa.




Marketing Automation certified by E-GOI