Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Seguro: “Esta grande vitória” mostra que há uma relação diferente entre PS e portugueses

Secretário-geral do Partido Socialista assume vitória nas eleições autárquicas. António José Seguro fala num “claro” vencedor destas eleições, o PS, e "em derrotados: os partidos do Governo”. E garante que o PS “tudo fará para corresponder às expectativas dos portugueses”.

34.º- António José Seguro 
Secretário-geral do Partido Socialista entra pela primeira vez na lista dos Poderosos.
  • Assine já 1€/1 mês
  • 13
  • ...

António José Seguro, secretário-geral do PS, é claro quanto à interpretação que faz dos resultados eleitorais deste domingo: “O PS venceu as autárquicas”. Em declarações aos jornalistas, na sede nacional do partido, em Lisboa, o líder socialista salientou que o PS conseguiu obter o “maior número de votos" e tem o maior número de autarquias comparando com os restantes partidos. Por conseguinte, isto “significa que o PS atingiu a meta de obter o maior número de votos” e “reconquistou a presidência da associação nacional dos municípios portugueses”.

 

Seguro afirmou ainda que “esta grande vitória mostra” que existe uma relação diferente este PS e os portugueses. “Nestas eleições ficou claro que há um vencedor: o PS; e derrotados: os partidos do Governo”, acrescentou.

 

Neste sentido, Seguro defende que a “pesada derrota dos partidos do governo expressou (…) uma enorme vontade de mudança”. Sublinhando que a “campanha foi uma experiência inesquecível”, o líder considera que a “semente” para a transformação política vai manter-se e o PS “tem agora a responsabilidade de responder a este apelo” à transformação.

 

“O PS tudo fará para corresponder as expectativas dos portugueses” garantiu ainda acrescentando que “com responsabilidade o PS está a construir uma alternativa”.

 

Quando questionado pelos jornalistas sobre a sua posição enquanto líder do PS, Seguro sublinha que “não há nenhuma vitória do PS que seja uma derrota para o líder do partido”. E em relação à vitória de António Costa – tido há muito como um possível candidato a secretário-geral dos socialistas - em Lisboa, Seguro sublinhou que “em Lisboa, o doutor António Costa teve mérito na vitória”.

 

Quanto ao afastamento claro entre o PS e o Governo, e depois da crise política de Julho e da tentativa do Presidente da República em criar um compromisso de salvação nacional, Seguro realça que “nós não podemos andar na vida politica a falar por falar”.

 

“O primeiro-ministro devia olhar para este resultado e perceber que há uma penalização das políticas deste governo que nos está a desgovernar”, assinalou o secretário-geral do PS.

 

(notícia actualizada às 00h19 com mais informação)

Ver comentários
Saber mais António José Seguro PS eleições
Outras Notícias