Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Verdes alemães lideram maioria das sondagens

Há 16 anos que a Alemanha é governada pelos conservadores da CDU. Agora, as sondagens colocam os Verdes à frente. Annalena Baerbock pode ser a próxima chanceler alemã.

Annalena Baerbock, a candidata dos Verdes, aparece na liderança em seis sondagens, num total de dez.
Annalena Baerbock, a candidata dos Verdes, aparece na liderança em seis sondagens, num total de dez. Clemens Bilan/Lusa
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...

Não são uma nem duas sondagens a dar a vitória ao partido dos Verdes na Alemanha: já são seis, num conjunto de dez sondagens, a apontar no mesmo sentido. Se a realidade confirmar as projeções, Annalena Baerbock pode tornar-se em setembro na próxima chanceler alemã.

Como explicava ontem o The Guardian na sua edição online, uma sondagem agregada, publicada pela Pollytix Strategic Research, dá a vitória ao partido dos Verdes nas eleições para o Governo alemão, agendadas para 26 de setembro. De um conjunto de dez sondagens que tentam antecipar o resultado das legislativas, seis dão a vitórias aos Verdes.

Há 16 anos que a Alemanha é liderada pelos conservadores da CDU, pela mão de Merkel. Mas a chanceler tem vindo a perder apoio, com a pandemia de covid-19 a revelar-se difícil de controlar e a população desagradada com as medidas de confinamento que se têm mantido no terreno. Para suceder a Merkel, o candidato da CDU é Armin Laschet, que não parece entusiasmar os alemães.

Em contrapartida, as preocupações ambientalistas têm ganhado força e os Verdes estão mostrar que podem conquistar o centro político. Algumas sondagens dão uma vantagem tal a Annalena Baerbock que a candidata dos Verdes poderá ver-se na confortável posição de escolher entre vários potenciais parceiros de coligação, explica o The Guardian.

Ao jornal, Stefan Merz, diretor da Infratest Dimap, explicou que será preciso que estes resultados se mantenham durante as próximas duas a três semanas para que as alterações políticas que antecipam sejam, de facto, uma tendência fiável. Ainda assim, notou que durante anos as sondagens sobre as preferências políticas dos alemães mostraram uma volatilidade muito baixa, o que demonstra que há alterações a acontecer: “Podemos estar à beira de um momento histórico,” frisou.

A CDU, que representa o centro-direita da Alemanha, liderou o governo federal entre 1949 e 1969, novamente entre 1982 e 1998, e desde 2005, com Angela Merkel. Está integrada no Partido Popular Europeu e a atual presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen é membro da CDU. 

Ver comentários
Saber mais Alemanha Annalena Baerbock CDU Angela Merkel política eleições
Outras Notícias