26 de maio de 2019 às 21:53
Extrema-direita cresce na Europa, mas liberais e ecologistas brilham

Já era esperado o reforço eleitoral de forças ultranacionalistas e anti-UE nestas eleições e confirma-se com a subida da Aliança de Matteo Salvini (Aliança  Europeia dos Povos e das Nações) e do grupo que integra forças como o 5 Estrelas e o Brexit (partido de Nigel Farage).

No entanto, além do também aguardado crescimento dos liberais (ALDE, a que se juntam os eurodeputados eleitos pelo partido do presidente francês Emmanuel Macron), o destaque vai para a expressiva subida dos ecologistas (Verdes), que beneficiam em particular do resultados dos Verdes alemães mas também de forças como o português PAN.