Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Durão Barroso apela à participação nas eleições

O presidente da Comissão Europeia apelou indirectamente à participação nas eleições para o Parlamento Europeu recordando que é um momento único em que cidadãos de 27 países participam numa eleição. O presidente da República, Aníbal Cavaco Silva disse ontem que com este voto se pode dar um contributo para a resolução da crise.

Negócios com Lusa | Negócios negocios@negocios.pt 07 de Junho de 2009 às 12:53
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
"Acho que este dia de sol convida ao exercício de democracia. A eleição do Parlamento Europeu é algo de único. Nunca houve esta experiência democrática - os cidadãos de 27 países elegerem directamente os seus representantes para uma assembleia que é cada vez mais importante e que toma decisões fundamentais", afirmou, citado pela agência noticiosa Lusa, à saída da Escola Secundária Marquês de Pombal, na freguesia de Santa Maria de Belém, onde foi votar pela manhã.

Durão Barroso mostrou-se esperançado num "exercício de democracia o mais participado possível" neste "acto partilhado por milhões e milhões de cidadãos de toda a Europa".

Cavaco Silva apela ao voto

Ontem, numa declaração transmitida pela RTP, o Presidente da República apelou ao voto dos portugueses no acto eleitoral que hoje decorre. Cavaco Silva salientou o papel e inf^luência que as políticas comunitárias têm na recuperação da economia e no combate à pobreza.


"No tempo de crise económica e financeira internacional em que vivemos, as políticas europeias vão ter uma influência directa na recuperação da nossa economia e no combate ao desemprego e às situações de pobreza", afirmou Cavaco Silva.



"A abstenção não é solução. Não deixemos que sejam outros a decidir o nosso futuro.

O Parlamento Europeu irá tomar decisões que vão ter uma implicação directa na vida de todos nós, seja no orçamento, seja nos fundos comunitários", alertou Cavaco Silva.


Ver comentários
Outras Notícias