Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Portugal volta a registar taxa de abstenção superior à média da UE

Portugal voltou a registar nas eleições europeias de hoje uma taxa de participação (cerca de 36,5%) inferior à média comunitária (43,4%), mesmo perante um novo recorde de abstenção na União Europeia, segundo dados provisórios.

Negócios com Lusa 07 de Junho de 2009 às 01:06
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
Portugal voltou a registar nas eleições europeias de hoje uma taxa de participação (cerca de 36,5 por cento) inferior à média comunitária (43,4 por cento), mesmo perante um novo recorde de abstenção na União Europeia, segundo dados provisórios.

Nas primeiras eleições para o Parlamento Europeu realizadas a 27, os dados avançados pelos serviços da assembleia apontam para a mais elevada taxa de abstenção de sempre em eleições europeias (cerca de 56,6 por cento), já que, num universo de aproximadamente 375 milhões de eleitores, apenas 161 milhões terão participado nas eleições de hoje.

Mesmo neste cenário, Portugal volta a registar uma taxa de participação ainda menor que a média da UE, "confirmando" uma tendência que se verifica desde 1989, data das primeiras eleições europeias realizadas em Portugal em simultâneo com os restantes Estados-membros.

Segundo as estimativas avançadas pelos serviços do Parlamento Europeu, Portugal regista a nona taxa de participação mais baixa entre os 27 Estados-membros, e a segunda pior desde a sua adesão à UE (apenas superior aos 35,5 por cento de 1994), não contando com as eleições realizadas em 1987, apenas em Portugal e Espanha, quando a afluência às urnas atingiu os 72,42 por cento.



Ver comentários
Outras Notícias