Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Catarina Martins diz que "quem vive na margem Sul está farto de pagar PPP"

Contra a concessão dos transportes públicos, o Bloco de Esquerda (BE) dedicou esta quarta-feira uma acção de campanha à viagem de metro entre Cacilhas e Corroios, considerando Catarina Martins que "quem vive na margem Sul está farto de pagar PPP".

Correio da Manhã
Lusa 23 de Setembro de 2015 às 22:23
  • Assine já 1€/1 mês
  • 3
  • ...

O BE apontou hoje à tarde o foco aos transportes públicos e aos riscos da sua concessão a privados, viajando até Almada para mostrar que o Metro do Sul Tejo "não é uma solução de mobilidade para a maioria das pessoas que vivem na margem Sul, mas é uma PPP [parceria público-privada] para privados, é uma das mais rentáveis".

 

Antes iniciar a viagem de cerca de 20 minutos que liga Cacilhas a Corroios, Catarina Martins - acompanhada pela cabeça de lista por Setúbal, Joana Mortágua - disse aos jornalistas que "quem vive na margem Sul está farto de pagar PPP", como no caso do metro e da Lusoponte.

 

"Tem todos os dias um encargo tão grande para ir trabalhar e continua a não ter as soluções que precisa de mobilidade porque foi tudo pensado em benefício do lucro de uns poucos privados e nunca pensado para o serviço das populações e para o interesse público", afirmou.

 

A líder bloquista criticou o facto de o Metro do Sul Tejo não ter "as ligações todas que foram prometidas e por isso ter percursos muito mais curtos do que o que era preciso para servir as populações".

 

"Aqui temos um bom exemplo de porque é que os transportes colectivos não devem ser PPP. Precisamos de transportes colectivos públicos e é por isso que quando vemos o Governo a tentar privatizar os que são agora públicos, é bom que atentemos ao que corre bem e ao que corre mal e corre muito mal entregar os transportes colectivos públicos a privados como está à vista", alertou.

 

O aumento da tarifa de quem viaja em transportes públicos, menos serviço público e as PPP que fazem com que haja privados a lucrarem muito com os transportes públicos são as consequências nefastas da concessão a privados dos transportes públicos, consideram os bloquistas, que se batem por um serviço público para as populações.

Ver comentários
Saber mais Catarina Martins BE transportes Metro do Sul Tejo margem sul PPP
Outras Notícias