Legislativas Sondagem da Católica dá vitória a PSD e CDS com seis pontos de vantagem para o PS

Sondagem da Católica dá vitória a PSD e CDS com seis pontos de vantagem para o PS

A grande sondagem realizada pela Universidade Católica atribui a vitória à coligação PSD/CDS com 38% das intenções de voto, com seis pontos de vantagem para os socialistas que não vão além dos 32%. Já a CDU e o BE surgem empatados na terceira posição com 9%.
Sondagem da Católica dá vitória a PSD e CDS com seis pontos de vantagem para o PS
Correio da Manhã
David Santiago 01 de outubro de 2015 às 17:59

A grande sondagem da Universidade Católica, que inclui mais de três mil inquéritos, para a RTP, Antena 1, Diário de Notícias e Jornal de Notícias, divulgada esta quinta-feira, 1 de Outubro, mostra que a coligação PSD/CDS (Portugal à Frente) surge neste momento com 38% das intenções de voto, com uma vantagem confortável de seis pontos percentuais para o PS que obtém 32%.

 

A sondagem feita no passado fim-de-semana (26 e 27 de Setembro) e que assume como base 3.302 inquéritos válidos, confirma a tendência dos estudos de opinião diários (tracking polls) realizados nos últimos dias pela Católica e que vem atribuindo uma vantagem na casa dos cinco pontos à coligação Portugal à Frente face aos socialistas.

 

A Universidade Católica esclarece ainda que "o limite mínimo do intervalo da coligação (36,1% por cento) é superior ao limite máximo do PS (33,8% por cento)", o que para a equipa de inquiridores significa que esta sondagem exclui qualquer possibilidade de o PS, aquando da realização deste estudo, poder ter mais intenções de voto do que a aliança entre os partidos liderados por Passos Coelho e Paulo Portas.

 

Outra curiosidade verificável nesta sondagem passa pelo facto de os 32% das intenções de voto alcançados pelo PS estarem muito próximos dos 31,46% dos votos que os socialistas obtiveram nas eleições europeias de 25 de Maio de 2014. Foi precisamente este resultado, que o actual secretário-geral do PS, António Costa, então ainda edil da autarquia lisboeta, considerou "poucochinho" espoletando um processo interno que viria a culminar com a chegada à liderança do partido. 

Surpreendente nesta sondagem é o empate entre a CDU e o BE, ambos com 9% das intenções de voto. Esta indicação surge em contraponto com a generalidade dos estudos de opinião que, pelo menos ao longo do último ano, têm atribuído a terceira posição de forma destacada à coligação que reúne o PCP e Os Verdes.

 

Seguem-se o PAN e o PCTP/MRPP, ambos com 1%, o PDR com 0,7% e o Livre/Tempo de Avançar com 0,6%.

 

A Católica faz questão de notar que "estes resultados não prevêem o que vai acontecer nas eleições, apenas retractam o actual posicionamento dos portugueses (que, entretanto, poderá ou não mudar)".


(Notícia actualizada às 18h07)




pub

Marketing Automation certified by E-GOI