A carregar o vídeo ...
Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Abstenção nas eleições terá ficado acima de 50% (act)

As eleições ficam para já marcadas pela elevada abstenção, um facto que terá sido penalizado pelos problemas que muitos portugueses tiveram em votar. As projecções das televisões avançam com valores cujo ponto médio é superior a 50%.

Negócios negocios@negocios.pt 23 de Janeiro de 2011 às 19:04
  • Assine já 1€/1 mês
  • 3
  • ...
(Actualiza com projecção da TVI)
As projecções das televisões com os valores da abstenção nas eleições presidenciais de hoje dão conta de valores em redor dos 50%.


A RTP avança que a abstenção terá ficado entre 49% e 54%. A SIC avança com um intervalo entre 47% a 51,2%. A projecção da TVI dá conta de uma abstenção entre 49 e 53%.

A média das três projecções aponta para uma abstenção acima de 50%.


Dados oficiais do Ministério da Justiça revelam que a participação, até às 16h00, situava-se nos 35,16%, abaixo dos 45,56% verificados à mesma hora na eleição de 2006.


Em termos históricos, as eleições onde o Presidente da República concorre a um segundo mandato são marcadas por maiores níveis de abstenção. Em 2001, na reeleição de Jorge Sampaio, a abstenção ficou pela primeira vez acima de 50%. Situou-se nos 50,29%, a mais elevada até hoje numas eleições Presidenciais.

Na eleição de 2006, a abstenção situou-se nos 38,47%.

As eleições de hoje ficam marcadas pelos problemas registados por muitos eleitores, que não sabiam onde poderiam votar. Eleitores por todo o país aguardavam hoje à tarde em longas filas, com cartão de cidadão na mão, para obter novo número de recenseamento, problema agravado pelas falhas nos serviços electrónicos disponibilizados pelo Governo para facilitar o processo.
Ver comentários
Mais lidas
Outras Notícias