A carregar o vídeo ...
Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Mota Soares diz que portugueses recusaram "liminarmente" aliança PS-BE

Escolha dos portugueses é para o deputado do CDS-PP a prova de que se afastam de aventuras radicais.

Diogo Cavaleiro diogocavaleiro@negocios.pt 23 de Janeiro de 2011 às 20:40
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
O líder parlamentar do CDS-PP, Pedro Mota Soares, afirmou que os portugueses recusaram “liminarmente” uma aliança entre o Partido Socialista e o Bloco de Esquerda, referindo-se ao apoio dado por estes dois partidos ao candidato Manuel Alegre, que segue com 18,99% dos votos quando já estão apuradas 80,7% das freguesias portuguesas.

Mota Soares falava na sede do partido em Lisboa e referiu que esta era uma nota importante, dizendo que os portugueses são “gente sensata, moderada e que se afasta de uma aventura radical”.

“Na primeira oportunidade depois das legislativas, o candidato apoiado pelo Governo perdeu”, reiterou o líder parlamentar do partido de direita.

Além disso, o deputado declarou ainda aos jornalistas que “vence o candidato que estava melhor preparado”, falando de Cavaco Silva, o candidato nas presidenciais que contava com o apoio do partido, que conta com 55,85% dos votos no momento.

Ver comentários
Saber mais Presidenciais CDS-PP Mota Soares
Mais lidas
Outras Notícias