Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Mapa: O valor das rendas em todas as freguesias das áreas metropolitanas de Lisboa e do Porto

Veja o mapa com os valores medianos das rendas por metro quadrado que foram praticados no primeiro semestre de 2020 em todas as freguesias da Área Metropolitana de Lisboa e da Área Metropolitana do Porto, bem como os valores dos semestres anteriores.

Nuno Carregueiro nc@negocios.pt 27 de Setembro de 2020 às 11:00
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

A pandemia colocou um travão no crescimento dos valores das rendas praticadas em Portugal, mas no acumulado do semestre ainda se verifica um crescimento considerável face ao período homólogo.

Os dados do INE publicados esta semana mostram que no primeiro semestre de 2020 (últimos 12 meses), o valor mediano das rendas dos 74.088 novos contratos de arrendamento de alojamentos familiares em Portugal atingiu 5,47 euros por metro quadrado (€/m2), um aumento de 9,4% face ao período homólogo. Apesar da subida, trata-se de um abrandamento face ao semestre anterior, período em que se observou um aumento de 10,8%.

35 municípios apresentaram rendas acima do valor nacional, sendo que Lisboa apresentou o valor mais elevado do país (11,92 €/m2 ), destacando-se ainda Cascais e Oeiras com valores iguais ou superiores a 10 €/m2.

Quatro das 24 freguesias de Lisboa registaram valores medianos de novos contratos de arrendamento de habitação superiores a 13,50 €/m2 : Misericórdia (14,42 €/m2 ), Santo António (14,23 €/m2 ), Santa Maria Maior (13,73 €/m2 ) e Parque das Nações (13,51 €/m2).

Entre as sete freguesias do município do Porto, a União das freguesias de Lordelo do Ouro e Massarelos destacou-se por registar o mais elevado valor de rendas de novos contratos (9,49 €/m2 ).

No mapa em cima pode ver os valores praticados em todas as freguesias da Área Metropolitana de Lisboa e da Área Metropolitana do Porto, bem como os valores dos semestres anteriores.

Em baixo pode ver a imagem dos valores por regiões.


 

Para a elaboração destas estatísticas, divulgadas semestralmente, o INE opta pela utilização da mediana como referência para o valor das rendas, ou seja, usa o valor que separa em duas partes iguais o conjunto ordenado das rendas por metro quadrado. Isso permite expurgar o efeito de valores extremos que sejam praticados numa determinada zona. Por outro lado, estes valores são obtidos tendo por base os valores das rendas dos novos contratos de arrendamento celebrado no período que está a ser analisado. Os dados referem-se ao primeiro semestre de 2020, mas dizem respeito aos últimos 12 meses.

Ver comentários
Saber mais INE rendas mapa Lisboa Porto
Mais lidas
Outras Notícias