Saúde Centeno: Já foram pagos 900 milhões de dívidas em atraso dos hospitais EPE

Centeno: Já foram pagos 900 milhões de dívidas em atraso dos hospitais EPE

“O Governo conseguiu repor o nível de emprego [na saúde] e até aumentá-lo face à anterior legislatura, realçou Mário Centeno, que revelou que já foram pagos 900 milhões para pagar dívidas em atraso dos hospitais EPE.
João D'Espiney 11 de abril de 2018 às 12:10

O ministro das Finanças, Mário Centeno, revelou esta quarta-feira que já foram utilizados 900 milhões de euros para pagar dívidas em atraso dos hospitais EPE entre Dezembro e Março deste ano e que até ao início de Abril já foram identificadas 98% das facturas em atraso.

 

Falando na comissão de Saúde, Mário Centeno voltou a admitir que está preocupado com o acumular de dívidas e foi por isso que "aprovámos medidas o ano passado" para fazer face aos pagamentos em atraso. Em causa está um total de 1.400 milhões de euros a transferir para os hospitais em três tranches.

 

O ministro das Finanças disse ainda que foi precisamente para que este processo não se repita que foi criada uma unidade de missão para acompanhar a situação financeira na saúde.

A carregar o vídeo ...

 

Em resposta aos deputados do CDS e do PSD que o acusaram de ter imposto um garrote financeiro no sector, Mário Centeno recordou que "na anterior legislatura, a saúde perdeu mil milhões de euros, 10% do orçamento" e que entre Fevereiro de 2015 e 2018, a despesa cresceu 13%, ou seja, "em três anos mais do que recuperámos o que se perdeu na legislatura anterior".

 

O ministro das Finanças revelou ainda que em três anos entraram para o Serviço Nacional de Saúde (SNS) 8.480 trabalhadores, um aumento de 7,6%. "O Governo conseguiu repor o nível de emprego e até aumentá-lo face à anterior legislatura." Destes 3.926 foram enfermeiros, 2.795 médicos, 460 técnicos de diagnóstico e terapêutica e 778 assistentes operacionais.

 

"Se isto não é cuidar da saúde dos portugueses não sei o que é", acrescentou.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI