Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Pela primeira vez em quatro anos SNS tem saldo positivo em Junho

Serviço Nacional de Saúde fechou o primeiro semestre com saldo de 74,8 milhões de euros

Marlene Carriço marlenecarrico@negocios.pt 29 de Julho de 2013 às 00:01
  • Assine já 1€/1 mês
  • 24
  • ...

O Serviço Nacional de Saúde (SNS) fechou o primeiro semestre do ano com saldo positivo de 74,8 milhões de euros, algo que não acontecia pelo menos há quatro anos. Os dados da execução económica e financeira, a que o Negócios teve acesso, não englobam contudo o universo das entidades públicas empresariais (EPE).

 

Até Junho, as instituições do SNS - excluindo hospitais EPE - arrecadaram 3.874 milhões de euros, menos 610 milhões do que em igual período do ano passado (-13,6%). Apesar de ter entrado menos dinheiro, o saldo final foi positivo pois houve também um corte na despesa, em especial nos fornecimentos e serviços externos (nomeadamente gastos com medicamentos).

 

Os cortes na despesa poderiam ainda ter sido maiores, não fosse a reposição do subsídio de Natal dos trabalhadores, em duodécimos, e o aumento do desconto da entidade patronal para a CGA, bem como o alargamento do âmbito de incidência desses descontos. Estas alterações traduziram-se num aumento dos encargos na despesa com pessoal de cerca de 61 milhões de euros, calcula o Ministério da Saúde.

 

Desta forma, o Ministério da Saúde conseguiu que o SNS fechasse os primeiros seis meses com um saldo positivo. Resta agora esperar pelo final do ano, e pelas contas do universo empresarial do Estado para saber exactamente se o SNS está equilibrado financeiramente.

 

Recorde-se que o ministro da Saúde, Paulo Macedo, prevê chegar ao final deste ano com um saldo zero no SNS. Para este resultado contribuirá o esforço de redução de despesa na ordem dos 487 milhões de euros. 

Ver comentários
Saber mais Serviço Nacional de Saúde
Outras Notícias