Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Portugueses vão mais aos hospitais e menos aos centros de saúde

Até Julho deste ano os hospitais já tinham registado mais 212 mil consultas do que há um ano e os centros de saúde menos 229 mil. Nos casos mais urgentes os portugueses também optaram mais por ir ao hospital.

Marlene Carriço marlenecarrico@negocios.pt 12 de Setembro de 2013 às 19:07
  • Assine já 1€/1 mês
  • 12
  • ...

Os hospitais estão a ser mais procurados. Na hora de escolherem entre o centro de saúde e o hospital, os portugueses estão a optar pelo segundo. A afluência aos hospitais aumentou tanto ao nível das consultas de especialidade como dos atendimentos urgentes. Já os centros de saúde registaram quebra na procura.

 

Os dados divulgados pelo Ministério da Saúde mostram que nos primeiros sete meses do ano os hospitais registaram 6.882.390 consultas, mais 212 mil do que no mesmo período do ano passado, e 3.591.172 atendimentos urgentes, um acréscimo de 3,4% face a 2012 “em linha com a onda de calor observada no período”, justifica o Ministério de Paulo Macedo.

 

Um movimento inverso ocorreu nos cuidados de saúde primários. Até Julho, os centros de saúde registaram uma quebra de mais de 170 mil atendimentos urgentes (-12,1%) e menos 229 mil consultas médicas. O Ministério justifica esta última redução com a “informatização da prescrição de medicamentos”.

 

O Governo revela ainda que há agora (no mês de Setembro) menos 479 mil utentes inscritos nos centros de saúde do que em Janeiro, fruto da operação de limpeza da lista de utentes que não iam ao centro de saúde há três anos ou mais, tendo caído a percentagem de utentes sem médico de família.

Ver comentários
Saber mais saúde hospitais SNS urgências consultas centros de saúde
Mais lidas
Outras Notícias