Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Falsos recibos verdes das empresas públicas não vão perder salário

No caso dos falsos recibos verdes ou dos falsos contratos a prazo identificados nas empresas públicas, a entrada para os quadros não pode implicar perda de salário. O mesmo não se aplica se em causa estiver, por exemplo, uma situação de trabalho temporário.

Miguel Baltazar/Negócios
  • Assine já 1€/1 mês
  • 16
  • ...

Os trabalhadores das empresas públicas que estejam a recibo verde ou a contrato a prazo, e que vejam a sua situação reconhecida como irregular, não vão perder salário se forem integrados nos quadros das empresas, no âmbito do programa de regularização de vínculos precários.

Em causa está o facto de se aplicar, neste caso, o Código do Trabalho. "De acordo com a legislação laboral,

...

Negócios Premium
Conteúdo exclusivo para assinantes
Já é assinante? Inicie a sessão
Assine e aceda sem limites, no pc e no smartphone
  • Conteúdos exclusivos com melhor da informação económica nacional e internacional;
  • Acesso sem limites, até três dispositivos diferentes, a todos os conteúdos do site e app Negócios, sem publicidade intrusiva;
  • Newsletters exclusivas;
  • Versão ePaper, do jornal no dia anterior;
  • Acesso privilegiado a eventos do Negócios;
Ver comentários
Saber mais Precários regularização empresas públicas sector empresarial concursos
Mais notícias Negócios Premium
+ Negócios Premium
Capa do Jornal
Informação de qualidade tem valor. Invista. Assine já 1mês / 1€
Mais lidas
Outras Notícias