Segurança Social Funcionários públicos vão poder ver em que fase está o pedido de pensão

Funcionários públicos vão poder ver em que fase está o pedido de pensão

A partir de amanhã, os funcionários públicos que se inscrevam na CGA direta vão poder verificar em tempo real em que fase está o pedido de pensão.
A carregar o vídeo ...
Catarina Almeida Pereira 22 de outubro de 2019 às 18:14

Os funcionários públicos que já pediram a pensão à CGA ou que venham a pedir no futuro vão poder verificar em que fase está o pedido de pensão. Esta nova funcionalidade estará em pleno funcionamento esta quarta-feira, mas exige que as pessoas estejam inscritas na CGA direta.

 

Esta nova funcionalidade vai permitir que as pessoas vejam em que fase está o processo, verifiquem se está atrasado porque falta a resposta a algum pedido, consultem os documentos apresentados, e consultem até uma estimativa do número de dias que faltam para que a pensão seja atribuída (como pode ver no vídeo). 

 

Numa conferência de imprensa, os responsáveis da CGA sublinharam, contudo, que o prazo é indicativo na medida em que o tempo real de atribuição de pensão demora de caso para caso.

 

"Ao longo na nossa história mantivemos sempre os utentes na ignorância", reconheceu Vasco Costa, diretor da CGA, em conferência de imprensa. "Parece-nos que não é hoje aceitável", justificou.

 

Esta nova funcionalidade, que poderá libertar pressão sobre os serviços, também estará disponível para as pessoas que já pediram a pensão. No caso das pensões de aposentação por velhice há neste momento cerca de 8 mil processos pendentes.

 

Para a inscrição na CGA Direta é necessária uma senha que terá de ser enviada para a morada do requerente. Os responsáveis da CGA asseguram que o envio dessa senha está a demorar cerca de uma semana.




Saber mais e Alertas
pub

Marketing Automation certified by E-GOI