Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Passos nega lista VIP de contribuintes e garante que nunca pediu processos disciplinares

A denúncia do Sindicato dos Trabalhadores dos Impostos de que existe uma lista VIP de contribuintes cuja informação não se pode consultar foi esta tarde negada por Passos Coelho. Quanto a processos a funcionários, Passos garantiu não ter pedido nenhum.

Bruno Simão/Negócios
Bruno Simões brunosimoes@negocios.pt 11 de Março de 2015 às 19:08
  • Assine já 1€/1 mês
  • 14
  • ...

O Negócios escreveu que 27 funcionários do Fisco tinham sido alvo de um processo disciplinar por terem acedido ao cadastro fiscal do primeiro-ministro. Mas os processos também foram aplicados a quem consultou os dados de outros cidadãos que constam de uma lista de "contribuintes VIP", como descreveu o presidente do Sindicato dos Trabalhadores dos Impostos (STI). No debate quinzenal desta tarde, Passos Coelho negou (a exemplo do que já tinha feito a Autoridade Tributária) a existência dessa lista.

 

"Já é público que a Autoridade Tributária desmentiu essas notícias", e "não há nenhuma bolsa VIP". "É esta a informação que foi prestada pela AT", acrescentou Passos Coelho. "Quanto à existência de processos disciplinares, sei aquilo que já expliquei: no que respeita a mim próprio, nunca agi pedindo à AT a instauração de qualquer processo disciplinar ou de averiguação", assinalou.

 

Passos soube dos acessos ao seu cadastro pela notícia do Negócios. "Sempre que apareceram notícias públicas foi por aí que tive conhecimento de que havia profissionais da AT que consultavam o meu processo, e fiquei a saber que não era só o meu caso", afiançou. "Os termos em que a AT procura averiguar internamente sobre a forma como cada funcionário actua é matéria da AT", e "foi desmentido q existisse qualquer bolsa VIP", atestou Passos.

 

O primeiro-ministro foi interpelado nesta questão pelo socialista Ferro Rodrigues, que depois acusou Passos de faltar à verdade nas explicações que estava a dar, o que irritou o primeiro-ministro. "Acha que eu posso desmentir em nome da AT? Acha que eu posso dizer que a AT faz desta maneira ou doutra sem consultar a própria AT? Acha que eu respondo por todos os funcionários públicos que existem no Estado? Acha isto realista?", questionou.

Ver comentários
Saber mais Passos Coelho Fisco processos disciplinares Autoridade Tributária cadastro fiscal
Mais lidas
Outras Notícias