Segurança Social Selassie: “É inevitável o Governo fazer uma reforma das pensões”

Selassie: “É inevitável o Governo fazer uma reforma das pensões”

O chefe de missão do Fundo Monetário Internacional (FMI) considera que não é possível uma verdadeira reforma da despesa do Estado sem mexer nos gastos com as pensões, devido ao peso destas nos gastos públicos totais.
Selassie: “É inevitável o Governo fazer uma reforma das pensões”
Nuno Aguiar 13 de junho de 2013 às 17:06

“É inevitável fazer reformas nestas áreas” para que se consiga fazer uma reforma do Estado, afirmou quinta-feira Abebe Selassie, numa conferência telefónica realizada esta tarde, a partir de Washington. “Entre 2000 e 2011 a despesa com pensões aumentou 68%. Apenas metade deste valor se deve ao envelhecimento da população. É inevitável procurar poupanças potenciais. É inevitável o Governo fazer uma reforma nas pensões.”

 

Selassie estava a ser questionado pelos jornalistas sobre a necessidade de substituir a medida que ficou conhecida como a TSU sobre os pensionistas por uma outra de valor equivalente. O representante do Fundo disse que “as medidas específicas têm de vir do Governo”, mas voltou a ser sublinhada a necessidade de encontrar poupanças semelhantes.

 

A TSU sobre os pensionistas foi a medida que mais polémica causou entre aquelas que compõem a reforma do Estado, levando Paulo Portas a classificá-la como uma fronteira que não iria ultrapassar.




Saber mais e Alertas
pub

Marketing Automation certified by E-GOI