Elevador Elevador 11 de Janeiro de 2019
Celso Filipe 11 de janeiro de 2019 às 00:01
Marcelo Rebelo de Sousa

O barómetro político da Aximage para o Negócios e o Correio da Manhã revela uma acentuada queda de popularidade de Marcelo Rebelo de Sousa, um fenómeno que dura há oito meses mas que agora se agravou. Esta circunstância, porventura, pode ser atribuída ao excesso de protagonismo e à natureza caótica das suas aparições públicas. Os portugueses gostam do presidente dos afetos, mas Marcelo precisa de se moderar.

Rui Rio

Aconteceu o que era expectável. A erosão de Rui Rio enquanto presidente do PSD aconteceu a um nível vertiginoso e Luís Montenegro, que se preparava para desafiar a liderança só após as legislativas, atalhou caminho e deverá apresentar a candidatura à presidência do partido esta sexta-feira. É claro que só faz porque terá o apoio da maioria das distritais. E essa circunstância apenas confirma o inevitável: a saída de Rui Rio é um dado adquirido. Só falta saber quando.