Agricultura e Pescas Bridgepoint pondera vender negócio em Portugal que comprou em 2016 por 456 milhões

Bridgepoint pondera vender negócio em Portugal que comprou em 2016 por 456 milhões

A venda da Sapec Agro é uma das possibilidades que está em cima da mesa da Bridgepoint.
Bridgepoint pondera vender negócio em Portugal que comprou em 2016 por 456 milhões
Miguel Baltazar
Negócios com Bloomberg 17 de junho de 2019 às 17:50

O fundo de private equity Bridgepoint vai reavaliar o seu negócio de agroquímica em Portugal até ao final do ano, sendo que uma das soluções passa por vender a Sapec Agro, companhia que comprou em 2016 por 456 milhões de euros.

 

A notícia está a ser avançada pela Bloomberg, que dá conta que a Bridgepoint está a explorar várias opções. Segundo a mesma fonte, a venda dos ativos em Portugal é uma das possibilidades em cima da mesa, mas nenhuma decisão foi ainda tomada e a Sapec poderá continuar a ser detida pela Bridgepoint.

 

Foi em 2016 que a Sapec vendeu o negócio agrícola ao fundo de private equity europeu, pela soma de 456 milhões de euros.

 

Quando foi vendida à Bridgepoint, a Sapec Agro era líder ibérica no fabrico, distribuição e venda de produtos agrícolas não patenteados, como herbicidas, fungicidas e inseticidas, bem como de nutrientes para culturas agrícolas.

 

Presente em cerca de 70 países, a Sapec Agro gerou receitas de 233 milhões de euros em 2017, menos do que o registado no ano em que foi vendida (237 milhões de euros).

 

A Sapec Agro não foi o único investimento da Bridgepoint em Portugal. No início deste ano chegou a acordo para comprar o Grupo Miya à Arison Investments, companhia israelita de Shari Arison, uma das mulheres mais ricas deste país.

 

Este negócio tem um relevante impacto em Portugal, uma vez que a Miya controla a Indaqua, uma das maiores companhias nacionais de abastecimento de água.




Saber mais e Alertas
pub

Marketing Automation certified by E-GOI