Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Governo aprova estratégia para promover produção de cereais

O Governo aprovou esta quinta-feira em Conselho de Ministros a Estratégia Nacional para a Promoção da Produção Cerealífera, que reúne 20 medidas para estimular o sector da produção de cereais e reduzir a dependência do exterior.

Reuters
Pedro Curvelo pedrocurvelo@negocios.pt 12 de Julho de 2018 às 14:41
  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...

A Estratégia Nacional para a Promoção da Produção Cerealífera (ENPPC) traça como meta que dentro de cinco anos o grau de auto-aprovisionamento – ou seja a percentagem do consumo que é assegurada pela produção interna – atinja os 38%, uma subida de 15 pontos percentuais face aos 23% registados em 2016.

O auto-aprovisionamento deverá, segundo os objectivos traçados, ascender a 80% no arroz, 50% no milho e 20% nos cereais praganosos (trigo mole, trigo duro, centeio, cevada, aveia e triticale).

Entre as 20 medidas propostas no documento agora aprovado contam-se a redução dos custos de energia, a simplificação do processo de licenciamento de infra-estruturas hidráulicas, dinamizar a produção nacional de semente certificada e de genética nacional, valorizar a produção nacional e o reforço do controlo sanitário à importação. 

Veja a evolução no trigo e cevada:

Superfície cultivada diminui

Superfície cultivada diminui
A superfície cultivada de trigo e de cevada sofreu uma redução em 2016 face ao ano anterior, com quebras de 1.537 e 548 hectares, respectivamente.

Produção de trigo sobe 12%

Produção de trigo sobe 12%
A produção aumentou em 2016 quer no trigo quer na cevada, sendo que de trigo foram produzidas mais de 90 mil toneladas. Em 1991, a produção superava as 600 mil toneladas.

Importações aumentam

Importações aumentam
As importações de trigo superaram 1,4 milhões de toneladas em 2016, enquanto as compras ao exterior de cevada foram de cerca de 365,5 mil toneladas, acima do registado em 2015.

Trigo importado mais barato

Trigo importado mais barato
O valor das importações de trigo diminuiu ligeiramente em 2016, devido à queda dos preços internacionais. Já na cevada, o valor importado subiu para 61 milhões de euros.

Mais vendas ao exterior

Mais vendas ao exterior
As exportações de trigo mais do que duplicaram em 2016, rondando as 36 mil toneladas. Na cevada, a subida também foi assinalável (36,4%), passando a fasquia das 25 mil toneladas.

Exportações crescem 4,5 milhões

Exportações crescem 4,5 milhões
As exportações de trigo e cevada registaram, conjuntamente, uma subida de 4,5 milhões de euros em 2016 face ao ano anterior. O défice da balança comercial destes cereais baixou para 305,3 milhões.

 

Ver comentários
Saber mais Estratégia Nacional Promoção da Produção Cerealífera ENPPC agricultura governo
Outras Notícias