Vinho Francisco Mateus lidera Vinhos do Alentejo

Francisco Mateus lidera Vinhos do Alentejo

O ex-quadro do Instituto da Vinha e do Vinho foi recrutado para substituir Dora Simões, que cumpriu dois mandatos à frente da comissão alentejana.
Francisco Mateus lidera Vinhos do Alentejo
António Larguesa 24 de novembro de 2015 às 17:11
Francisco Mateus é o novo presidente da direcção da Comissão Vitivinícola Regional Alentejana (CVRA), a associação privada de utilidade pública que certifica, controla e protege os vinhos DOC Alentejo (Denominação de Origem Controlada) e os vinhos Regional Alentejano.

 

Licenciado em Gestão pelo Instituto Politécnico de Santarém e pós-graduado em Direcção de Empresas, pela AESE/IESE Business School da Universidade de Navarra, Francisco Mateus era director de departamento no Instituto da Vinha e do Vinho (IVV) desde 2007, sucedendo agora a Dora Simões como líder desta região vitivinícola.

 

Como o Negócios avançou em Março, a ex-directora-geral da ViniPortugal decidiu abandonar a comissão alentejana, que liderava há sete anos. Ainda aceitou prolongar o segundo e último mandato até quase ao final deste ano, a pedido do IVV. No entanto, face à indisponibilidade para um terceiro mandato, a CVRA encetou o recrutamento externo através da Egor para ser "um processo claro e transparente" e poder "encontrar alguém com mais capacidade de gestão".

 

Francisco Mateus, que acabou por ser o seleccionado, acumula duas décadas de experiência no setor vitivinícola. Iniciou o percurso profissional nas áreas do controlo e fiscalização no sector do vinho, em Santarém, e, entre outros cargos, participou em várias plataformas a nível comunitário e integrou o grupo de trabalho que criou a marca "Wines of Portugal", apresentada em 2010.

 

De acordo com a informação partilhada pela CVRA, a nova direcção deste organismo criado em 1989 inclui ainda Maria Pica, em representação dos interesses no comércio de vinhos e produtos vínicos, e Hernâni Capucho, em representação dos interesses na produção de uvas.

O sector vitivinícola alentejano reúne 360 agentes económicos – sendo 263 produtores e 97 comerciantes –, tem uma área total de vinha de 20.800 hectares e uma produção média por hectare de 7.625 quilos. Segundo dados da AC Nielsen, de Junho de 2015, é a região líder no mercado nacional tanto em volume (quota de 46,4%) como em valor (quota de 45%) na categoria de vinhos engarrafados de qualidade. O preço médio de retalho por garrafa de vinho DOC Alentejo era de 2,77 euros.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI