Vinho Saiba como beber vinho sem abrir a garrafa

Saiba como beber vinho sem abrir a garrafa

Servir vinho da garrafa sem nunca retirar a rolha. O impossível acontece com o Coravin, uma invenção norte-americana que chega agora a Portugal pelas mãos da Heritage Wines, empresa do grupo que detém a Taylor's e o hotel de luxo Yeatman.
Saiba como beber vinho sem abrir a garrafa
Rui Neves 10 de fevereiro de 2016 às 14:00

É possível abrir uma garrafa de vinho sem nunca retirar a rolha, servir um ou dois copos e voltar a guardá-la, sem comprometer a sua qualidade? É. A solução chama-se Coravin. Palavra de Robert Parker, famoso crítico de vinhos norte-americano, que classificou esta ideia inovadora como "o produto mais transformador e excitante para apreciadores de vinho desenvolvido ou inventado em mais de 30 anos".

 

Desenvolvido nos Estados Unidos por um enófilo "que apenas pretendia desfrutar da sua colecção de vinhos de forma livre e espontânea", o Coravin chega agora a Portugal pelas mãos da Heritage Wines, empresa da Fladgate Partnership, grupo que detém marcas de vinho do Porto como a Taylor’s, a Croft e a Fonseca, e o hotel de luxo Yeatman, em Vila Nova de Gaia.

O que torna o Coravin tão especial? "Em primeiro lugar permite prolongar a durabilidade do vinho e multiplicar os momentos em que é servido, em particular em restaurantes e ‘wine bars’ com serviço de vinho a copo. Depois, permite explorar garrafeiras e avaliar o estado de evolução dos vinhos de guarda, decidindo se é ou não o momento certo para os abrir e partilhar", explica a empresa, em comunicado. 

 

O segredo do Coravin, explica a Heritage Wines, está na agulha fina e oca que é introduzida na rolha (apenas funciona em cortiça) para chegar ao vinho, sem a danificar. De seguida, a garrafa é pressurizada com Árgon, um gás inerte usado no processo de produção de vinho, que permite que o vinho saia pela agulha substituindo o espaço que este ocupava sem deixar entrar oxigénio (evitando a oxidação).

 

"Assim que a agulha é removida, a rolha retoma a sua forma e o vinho restante continua a evoluir naturalmente durante meses ou mesmo anos", garante a empresa.

 

O sistema completo do Coravin custa 299 euros. Há uma série de acessórios complementares, como recargas de Árgon (cada botija dará para cerca de 15 copos), agulhas e sacos de transporte.

 

Além dos vinhos do Porto das famosas caves Croft, Fonseca e Taylor’s, marcas que integram o portafólio da casa-mãe, Heritage é, ainda, responsável pela distribuição dos champagne Bollinger e Ayala, dos vinhos Quinta do Crasto, Mouchão, Roda, Maison Louis Jadot e E. Guigal, Domaine Zind-Humbrecht, de uma linha de azeites "premium" Quinta de Vargellas (Taylor’s), Quinta do Crasto e Mouchão, e ainda dos chocolates Brix.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI