Automóvel Autoeuropa pára durante a próxima semana por "falta de motores"

Autoeuropa pára durante a próxima semana por "falta de motores"

A fábrica da Autoeuropa vai suspender a produção entre este sábado e a sexta-feira seguinte devido à falta de motores, indicou ao Negócios o coordenador da Comissão de Trabalhadores, Fausto Dionísio.
Autoeuropa pára durante a próxima semana por "falta de motores"
Miguel Baltazar
Pedro Curvelo 25 de outubro de 2018 às 19:15
A fábrica da Autoeuropa vai suspender a produção entre este sábado, 27 de Outubro, e sexta-feira, 2 de Novembro, devido à falta de motores, indicou esta quinta-feira ao Negócios o coordenador da Comissão de Trabalhadores (CT), Fausto Dionísio.

Segundo o responsável, a paragem de produção deve-se à "falta de motores".  Esta situação, que afecta outras fábricas da Volkswagen, deve-se à falta de componentes que enfrentam as fábricas que produzem os motores.

Este é, aliás, o motivo pelo qual os plenários dos trabalhadores da fábrica de Palmela para a votação do pré-acordo laboral alcançado esta quinta-feira apenas se realizarão após 4 de Novembro, indicou.

A interrupção da produção da Autoeuropa poderá dificultar a meta da administração da fábrica de encerrar o ano com "240 mil unidades produzidas", que foi reiterada ao Negócios em Setembro. 

Nos primeiros nove meses do ano, a unidade da Volkswagen produziu 165.819 unidades, quase 100 mil mais do que em igual período de 2017. Bem para trás ficou já o anterior recorde de produção num ano: 138.890 veículos em 1998.

A produção do T-Roc impulsionou o número de veículos a sairem da fábrica de Palmela este ano. A empresa tinha indicado no início do ano esperar produzir cerca de 183 mil unidades do T-Roc, aos quais se somariam perto de 57 mil veículos dos outros dois modelos produzidos em Palmela: o Volkswagen Sharan e o Seat Alhambra.

No ano passado, a unidade de Palmela produziu 110.256 viaturas, das quais 109.218 foram exportadas.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI