Automóvel BMW quer eliminar seis mil empregos até 2022

BMW quer eliminar seis mil empregos até 2022

O administrador financeiro da BMW pretende suprimir cinco a seis mil postos de trabalho, avança esta quinta-feira a revista alemã Manager Magazin.
BMW quer eliminar seis mil empregos até 2022
Pedro Curvelo 19 de setembro de 2019 às 19:17

O administrador financeiro (CFO) da BMW, Nicolas Peter, pretende suprimir entre cinco mil e seis mil postos de trabalho até 2022, avança esta quinta-feira a revista alemã Manager Magazin.

De acordo com a publicação, a maioria dos cortes serão na sede da fabricante automóvel, em Munique.

O grupo BMW registou uma quebra de 53,1% nos lucros do primeiro semestre, para 2,8 mil milhões de euros.

A revista indica ainda que Ilka Horstmeier deverá assumir a direção dos recursos humanos da BMW, enquanto Milan Nedeljkovic ficará encarregue da direção de produção da marca germânica.

A BMW, que recusou comentar à Reuters a notícia, tem vindo a alterar os cargos de topo da sua estrutura.

Em agosto, Oliver Zipse sucedeu a Harald Krueger como CEO da fabricante bávara, o que deixou em aberto a vaga de diretor de produção.

E na quarta-feira a empresa anunciou que a administradora com o pelouro dos recursos humanos, Milagros Caiña Carreiro-Andree, não cumprirá um novo mandato, invocando razões pessoais.





pub

Marketing Automation certified by E-GOI