Automóvel BMW: Carros autónomos não deverão estar na estrada durante esta década

BMW: Carros autónomos não deverão estar na estrada durante esta década

A BMW revelou que não espera que os carros autónomos vão para a estrada durante esta década. A marca que se declara líder na indústria dos veículos inteligentes diz que esta década apenas vamos poder ver testes restritos.
BMW: Carros autónomos não deverão estar na estrada durante esta década
Bloomberg
André Vinagre 16 de março de 2016 às 12:37

Klaus Froehlich, líder da unidade de desenvolvimento da BMW, disse que não é provável que os carros autónomos estejam disponíveis ainda durante esta década, escreve esta quarta-feira, 16 de Março, o Financial Times.

 

"Achamos que, de momento, os desafios técnicos e sociais envolvidos ainda são demasiado grandes", disse o responsável da marca alemã numa conferência de imprensa em Munique, na Alemanha. "E ainda têm de ser feitos ajustamentos nas implicações legais para os clientes e fabricantes", acrescentou.

 

Froehlich disse ainda que esta década os carros autónomos vão apenas estar disponíveis para testes restritos.

 

O Financial Times escreve que a BMW tem vindo a desenvolver tecnologia para carros autónomos desde 2006. Em 2011, um veículo de testes da marca conseguiu fazer o percurso entre Munique e Nuremberga (cerca de 170 quilómetros) sem intervenção do condutor.

 

Também esta quarta-feira, Harald Krueger, CEO da BMW, revelou que a marca iria apostar cada vez mais no mercado dos carros eléctricos e acelerar a introdução de características autónomas nos seus veículos, escreve a Bloomberg.

 

Estas novidades vão incluir a introdução no mercado de mais veículos desportivos utilitários (SUV), como o X7, e mais versões da linha 7-Series.

 

"Temos de conseguir levar o nosso negócio à perfeição enquanto continuamos a crescer para assegurar o investimento necessário", disse Harald Krueger.

Os carros inteligentes são o grande projecto da indústria automóvel mas também da tecnológica para 2016. Além da BMW, também a GM, Ford, Tesla, Google e Apple aceleram para pôr veículos sem condutor nas estradas e até a administração norte-americana anunciou a injecção de 4 mil milhões de dólares (3,66 mil milhões de euros) na indústria para acelerar os testes.




Saber mais e Alertas
pub

Marketing Automation certified by E-GOI