Automóvel Como se estaciona um carro fora dele?

Como se estaciona um carro fora dele?

As fabricantes automóveis e de componentes para a indústria estão a desenvolver carros que conseguem estacionar sem condutores. A Bosch é uma das empresas a trabalhar nesta tecnologia.
Como se estaciona um carro fora dele?
Miguel Baltazar
Vera Ramalhete 30 de abril de 2016 às 15:30

Imagine que pode treinar o seu carro para estacionar sozinho. Grava o percurso uma vez e, nas seguintes, quando chegar a casa, pode sair do automóvel e deixar o carro fazer as manobras automaticamente. O estacionamento autónomo já é uma realidade que as empresas estão a desenvolver. A Bosch é uma das fabricantes a trabalhar na tecnologia dos carros do futuro.

Para um automóvel estacionar sozinho são necessários sensores e conectores. Na solução que a Bosch está a desenvolver e apresentou esta semana, na conferência anual, em Estugarda, que permite ensinar o carro a conduzir, uma câmara e doze sensores ultra-sónicos permitem gravar o caminho a percorrer e depois repeti-lo.

O carro consegue reproduzir o caminho sozinho, com uma distância de 100 metros do local final, e realizar pequenos desvios para contornar obstáculos. Se o obstáculo for significativo o veículo pára automaticamente. Ainda assim, por questões de segurança e para manter a responsabilidade junto do condutor, é necessário controlar o andamento do carro, pressionando um botão numa "app" que activa o estacionamento.

O protótipo da Bosch só consegue memorizar um lugar de estacionamento, mas a versão final – que será produzida em série a partir de 2019 - terá dez estacionamentos possíveis. Mas sempre concretos: se o lugar programado estiver ocupado, o carro ainda não é suficientemente "inteligente" para estacionar no lugar do lado.

Parques inteligentes

Para contornar estas limitações, uma solução é equipar também os parques de estacionamento com tecnologia para receber os carros autónomos. Para isso, é necessário a existência de sensores no parque e no veículo e conexões entre ambos. Nesse caso, o carro consegue "saber" onde há lugares vagos e dirigir-se autonomamente para lá. O condutor não tem que entrar na garagem: deixa o carro à porta e chama-o de volta quando quiser sair.

Para Rolf Nicodemus, este "é um passo real para alcançar a condução autónoma". O responsável pelo projecto do estacionamento conectado da fabricante alemã aponta duas razões para começar pelo desenvolvimento do estacionamento autónomo. Por um lado, a legislação é menos restritiva. E, por outro, este é um dos principais motivos de stress apontados pelos condutores, que admitem que deixariam o carro estacionar sozinho – ao contrário de prescindir do controlo da condução, uma possibilidade que gera mais resistência.

A Bosch ainda tem apenas um projecto-piloto para estes "parques inteligentes" que está a desenvolver numa parceria com a Daimler e a Car2go. Mas, tem também outras soluções mais simples para encontrar estacionamento a ser testados em Estugarda e que pretende começar a produzir em série dentro de dois anos.

Sensores para encontrar estacionamento

Actualmente, os parques de estacionamento têm já informação sobre os lugares disponíveis. Um dos projectos da Bosch consiste em juntar essa informação, que é recolhida através de sensores, numa app que possa ser consultada pelos habitantes da cidade, para que consigam saber, ao sair de casa, onde há lugares disponíveis na cidade.

Na rua, em vez de espalhar sensores, podem ser os próprios carros a partilhar informação sobre os lugares disponíveis na cidade, ao identificarem um espaço desocupado. Os automóveis utilizam sensores para identificar o medir lugares livres entre carros estacionados, ao passarem por eles, e enviam essa informação para produzir um mapa virtual de estacionamento disponível.

As soluções da Bosch para o estacionamento autónomo correspondem a um aumento do mercado para os carros inteligentes. Esta semana, a Volvo anunciou que pretende começar a testar os carros autónomos nas ruas de Londres, no próximo ano. A Google, a Ford, a Uber, a Lyft, e a Volvo anunciaram que vão unir-se para promover junto das autoridades norte-americanas os benefícios dos carros autónomos, com o intuito de uniformizar regras e acelerar o desenvolvimento deste mercado.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI