Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Escândalo da Volkswagen: 50 mil carros afectados em Espanha pela nova vaga

Há 800 mil novos carros afectados pelo escândalo de emissões da Volkswagen, sendo que, desta vez, as irregularidades são ao nível das emissões de dióxido de carbono e, pela primeira vez, envolvem carros a gasolina. Só em Espanha circulam 50 mil destes veículos.

Bloomberg
Inês F. Alves inesalves@negocios.pt 05 de Novembro de 2015 às 11:23
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...

O vice-presidente mundial da Volkswagen, Francisco Xavier Garcia Sanz, admitiu ao ministro da Indústria espanhol, José Manuel Soria, que 50 mil dos 800 mil veículos do grupo alemão em que foram detectadas irregularidades nas emissões de dióxido de carbono circulam por Espanha, noticia esta quinta-feira, 5 de Novembro, o El País.

Naquela que se pode considerar uma nova vaga do escândalo das emissões, a firma assumiu que existem 800 mil novos carros afectados pela manipulação de emissões da Volkswagen (VW), 98 mil dos quais a gasolina, revelou o ministro dos Transportes alemão, Alexander Dobrindt. Nesta nova vaga estão em causa emissões de dióxido de carbono (CO2) – quando antes o problema fazia-se sentir apenas ao nível do óxido de azoto (NOx) - e, pela primeira vez, envolve carros a gasolina.

Escreve o El País, que a Volkswagen se mostrou disponível para assumir todos os custos relativos a esta nova revelação, devolvendo se necessário as ajudas recebidas por clientes no âmbito do plano PIVE, um programa de incentivos do Governo espanhol para veículos com baixas emissões de dióxido de carbono.

García Sanz reiterou, porém, que o compromisso da multinacional com Espanha se mantém, o que deixa antever que a empresa irá prosseguir com os planos nas fábricas de Navarra e da Catalunha.

José Manuel Soria não especificou que medidas serão tomadas, mas garantiu que o Estado trabalhará para "resolver este assunto no melhor interesse do consumidor".

A empresa ainda não comunicou oficialmente que modelos foram afectados por esta vaga, mas um porta-voz da Volkswagen, citado pela agência Bloomberg, avançou que os modelos seriam o Volkswagen Polo, Golf e Passat, os Audi A1 e A3, o Skoda Octavia e os Seat Ibiza e Léon.

Ver comentários
Saber mais Volkswagen Francisco Xavier Garcia Sanz José Manuel Soria Espanha El País Alexander Dobrindt automóvel empresas
Outras Notícias