Automóvel Ex-CEO da Volkswagen investigado por manipulação de mercado

Ex-CEO da Volkswagen investigado por manipulação de mercado

Martin Winterkorn e outro antigo administrador da fabricante alemã estão a ser investigados por alegadamente terem adiado divulgação do impacto da falha das emissões.
Ex-CEO da Volkswagen investigado por manipulação de mercado
Bloomberg
Negócios 20 de junho de 2016 às 17:41

O procurador alemão lançou uma investigação contra o antigo presidente executivo (CEO) da fabricante automóvel Volkswagen, Martin Winterkorn, e a outro ex-administrador sénior da empresa, não identificado, avançou esta segunda-feira a Reuters.

Segundo a agência noticiosa, ambos são suspeitos de alegada manipulação de mercado associada ao caso das emissões de gás poluente dos carros da marca alemã.

O ministério público alemão, em Braunschweig, emitiu uma declaração esta segunda-feira, 20 de Junho, citada pela Reuters, onde afirma que a nova investigação será focada em "sinais reais suficientes" que o dever da Volkswagen de divulgar o possível impacto financeiro das manipulações de gás poderá ter surgido antes de 22 de Setembro de 2015, data em que a fabricante alemã realmente admitiu em público os seus erros e manipulação dos sistemas de controlo de gases poluentes em alguns modelos.

O actual presidente da Volkswagen, Hans Dieter Poetsch, que era administrador financeiro (CFO) da fabricante na altura, não está a ser investigado, adiantou ainda o gabinete do procurador alemão. Não divulgou contudo o nome do segundo administrador agora investigado, além de Winterkorn. À Reuters, fonte oficial da Volkswagen escusou-se a fazer comentários até analisar em pormenor a declaração do ministério publico alemão.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI