Automóvel Justiça dos EUA investiga quatro fabricantes automóveis por práticas anticoncorrenciais

Justiça dos EUA investiga quatro fabricantes automóveis por práticas anticoncorrenciais

A Ford, Honda, BMW e Volkswagen estão a ser investigadas pelo Departamento norte-americano da Justiça por eventuais práticas antitrust.
Justiça dos EUA investiga quatro fabricantes automóveis por práticas anticoncorrenciais
Sara Matos/Negócios
Negócios 06 de setembro de 2019 às 15:26

O Departamento norte-americano da Justiça (DoJ) abriu uma investigação a quatro fabricantes automóveis por alegadas práticas anticoncorrenciais, avançou a Bloomberg citando fontes conhecedoras do processo.

As empresas em causa são a norte-americana Ford Motor, a japonesa Honda Motor, e as alemãs BMW e Volkswagen e os advogados do DoJ estão a procurar determinar se estas companhias automóveis violaram a lei federal da concorrência ao acordarem seguir padrões para as emissões dos tubos de escape que vão além do que é proposto pela Administração Trump, referiram as mesmas fontes.

O acordo independente relativamente às normas sobre as emissões foi celebrado entre as quatro fabricantes automóveis e os responsáveis pelo departamento da qualidade do ar no Estado da Califórnia.

A Honda foi, por agora, a única empresa a reagir, tendo sublinhado que cooperará com o Departamento da Justiça neste âmbito.

 

Esta nova investigação antitrust lançada pelo DoJ poderá fazer escalar as tensões entre Washington, Sacramento e a indústria automóvel no que diz respeito aos planos por parte da Administração Trump de reverter as normas em matéria de ar limpo para as fabricantes de automóveis.

(Notícia atualizada às 15:33)

 




Marketing Automation certified by E-GOI