Automóvel Mercado automóvel cresce 16% em Outubro, abaixo da média anual

Mercado automóvel cresce 16% em Outubro, abaixo da média anual

Renault e Peugeot mantém a posição como as marcas mais vendidas. A Volkswagen, que regista uma quebra nas vendas deste mês, cede o terceiro lugar do pódio à Mercedes-Benz.
Mercado automóvel cresce 16% em Outubro, abaixo da média anual
Sara Matos/Negócios
Wilson Ledo 03 de novembro de 2015 às 17:53

As vendas automóveis em Portugal voltaram a crescer em Outubro, embora com uma desaceleração face aos meses anteriores. Em Outubro foram vendidos 16.922 carros novos no país, o que representa um crescimento de 16% em termos homólogos.

Quando considerados os dez primeiros do ano, comprova-se a tendência de desaceleração em Outubro. Desde Janeiro foram vendidos 179.443 carros em Portugal. Face ao período Janeiro-Outubro de 2014, a subida é de 26,7%. Os veículos ligeiros representam 98% do total de vendas.


A Renault continua a ser a líder incontestada em território português. Em Outubro cresceu a um ritmo superior (39,5%) do que no acumulado do ano (23,2%). Ao todo vendeu 21.808 carros, 2.291 dos quais no último mês.


Também no segundo lugar do pódio não há surpresas. A Peugeot vendeu em Outubro 1.829 dos 18.419 carros que colocou no mercado português ao longo dos últimos dez meses. O crescimento é feito a dois dígitos, embora mais notório no período acumulado (35,7%).


Pelo terceiro mês consecutivo, a Mercedes-Benz conquista o terceiro lugar do pódio, embora não consiga superar a Volkswagen nesta posição em termos acumulados.


A Mercedes-Benz vendeu 1.291 carros em Outubro, o que representa uma subida de 40% face ao mesmo mês de 2014. Em termos acumulados foram 12.738 carros, num crescimento acima dos 30%.


Balanço não tão positivo para a Volkswagen, que vê as vendas cair 3,2% no primeiro mês completo após ter sido conhecido o escândalo de manipulação de emissões em carros a gasóleo. O mesmo afecta 117 mil carros a circular em Portugal e 11 milhões no mundo.


Em Outubro, a marca alemã vendeu 1.290 carros (menos um que a Mercedes-Benz). O escândalo não está ainda a afectar o balanço dos primeiros dez meses: até Outubro a Volkswagen vendeu 16.137 carros, o que lhe garante um crescimento de quase 23%.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI