Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Netpeças: Como encontrar peças de automóveis nas sucatas

A Netpeças é uma plataforma online que permite encontrar peças de automóveis usadas ou recicladas. Actualmente, o contacto com as sucatas é muitas vezes feito por telefone, por isso, o objectivo desta plataforma é agilizar este processo.

Ana Laranjeiro alaranjeiro@negocios.pt 13 de Janeiro de 2014 às 13:21
  • Assine já 1€/1 mês
  • 24
  • ...

Numa viagem de comboio entre Lisboa e Porto surgiu a ideia de lançar a Netpeças, uma plataforma online que visa facilitar a compra e venda de peças de automóveis usadas. Esta startup, lançada por Luís Vieira e Pedro Torres, pretende alterar a forma como o comércio de peças usadas de automóveis se processa.

 

Actualmente, as oficinas automóveis para comprarem peças usadas contactam as sucatas por telefone no sentido de encontrarem a peça que pretendem. E é aqui que a Netpeças pretende simplificar o processo. Em vez de ligarem, as “oficinas colocam o pedido da peça na plataforma" através do preenchimento de "um formulário simples e o pedido fica disponível a todos os fornecedores registados” neste site, explica ao Negócios Luís Vieira.

 

Depois disto, as sucatas recebem o pedido e enviam para esta plataforma as suas propostas. As oficinas escolhem e, através do Multibanco ou de cartão de crédito, fazem o pagamento e, no prazo máximo de dois dias úteis, recebem a peça.

 

Esta plataforma conta já com 40 fornecedores activos e 80 oficinas. Em Dezembro, mês em que foi lançada a versão beta desta plataforma, foram submetidos 132 pedidos e elaboradas 104 propostas. A versão beta entretanto já terminou e a empresa está já a trabalhar na segunda versão que deverá surgir entre o segundo e o terceiro trimestre deste ano. “O balanço é surpreendentemente positivo. Superamos a meta de Dezembro e hoje já movimentamos o dobro do mês” de Dezembro, afirmou o co-fundador.

 

Com cinco pessoas actualmente a trabalhar nesta plataforma, o financiamento inicial foi suportado pelos dois sócios, sendo que, agora a Netpeças beneficia de apoios do QREN.

 

Ainda que, para já, não esteja à procura de mais investimento, a empresa não fecha a porta aos contactos com investidores. “Nesta fase inicial, não estamos à procura de investimento”. Contudo, “temos conversas abertas com Business Angels e VC [fundos de capital de risco] de referência em Portugal. É uma porta que não está fechada. Neste momento, estamos focados no desenvolvimento do produto/negócio”, afirma Luís Vieira.

 

Mas os objectivos da empresa não se ficam por aqui. Luís Vieira sublinha que “dentro do projecto queremos explorar outro modelo que nos permita escalar para fora de portas”. “O modelo actual é replicável país a país, mas, com outra abordagem, podemos abrir portas para fora, sendo esse um dos nossos objectivos futuros”, acrescenta.

Ver comentários
Saber mais Luís Vieira Pedro Torres Netpeças Business Angels startups
Mais lidas
Outras Notícias